Siga o Jornal de Brasília

Sexy Night

Pornô pode ser banido da Índia

Avatar

Publicado

em

O Supremo Tribunal da Índia está com um pedido de uma mulher para a proibição completa da pornografia online no país.

A mulher, uma engenheira de Mumbai, afirma em sua queixa ao Supremo Tribunal indiano que tem sido vítima de violência doméstica e abusos sexuais por conta de seu marido ser viciado em pornografia e que isso deveria ser levado em consideração para o fim do pornô online em toda nação.

“Meu marido virou viciado em pornô e passa muito de seu tempo precioso assistindo pornografia. Hoje em dia, os filmes pornô são acessados facilmente por toda a Internet e na sequência disso meu marido caiu nesse vício de ver vídeos, filmes e imagens pornográficas, o que tornou perversa a mente de meu marido e arruinou minha vida matrimonial”

O Supremo Tribunal da Índia está avaliando a denúncia da cidadã, mas entende que a proibição da pornografia online para toda uma nação é um assunto muito delicado. Segundo um estudo realizado por nós em outubro de 2016, a Índia se destaca entre os países que acessam os maiores sites pornôs do Mundo, clique aqui e confira. No caso do Sweetlicious.net a Índia está nos Top 40, logo após a Rússia e antes da Suécia (dados Google Analytics).

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Fata efeito de curiosidade, a busca “indian porn” no Xvideos tem cerca de 605 mil vídeos, já “brazilian porn” 548 mil. Para efeito de curiosidade 2: as fotos que ilustram este post são da suicide girl indiana Samodi.

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *