Siga o Jornal de Brasília

Brasília PET

CarnaDog agita Park Way neste fim de semana

Brasília de Fato

Publicado

em

CarnaDog agita Park Way neste fim de semana

Bloquinho para os aumigos terá desfile e feira de adoção

Já podem separar as fantasias para você e seu dog porque neste sábado (23) vai rolar uma folia pet na Vila Tarêgo (SMPW QD 05), hamburgueria mais descolada da cidade. As marchinhas de carnaval para curtir com os aumigos começam às 16h01 e o evento é gratuito. No dia, também haverá um concurso da roupa mais criativa, feira de adoção e várias novidades do mercado pet.

As atrações não param por aí. Terá ensaio fotográfico, degustação das novidades do mercado, comida natural, como cookie de granola, mamão e iogurte, e os sorvetes bem geladinhos da Vai Bem. Tudo isso para os doguinhos. Além da presença ilustre de vários instagramers de quatro patas. Os aumigos de todos os portes serão bem-vindos, basta os tutores das raças maiores levarem com focinheira.

CarnaDog agita Park Way neste fim de semana

E se você não tem um pet para chamar de seu e mesmo assim quer dar uma passadinha no evento, pode sair de lá com xodó. O projeto Toca Segura Brasília levará vários peludinhos que estão em busca de um lar. Para adoção, é preciso ter no mínimo 21 anos, levar RG, CPF, comprovante de residência e assinar um termo de responsabilidade, comprometendo-se a cuidar do pet.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Serviço
CarnaDog
Evento Gratuito
Classificação livre
Local: Vila Tarêgo
SMPW QD 5 conj 12 Lt 05, Park Way – Águas Claras
Data: 23 de Fevereiro
Hora: 16h01
Instagram: @vilatarego

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasília PET

Projeto de lei que proíbe cruzamento de cães domésticos no DF é vetado pelo Ministério Publico

Brasília de Fato

Publicado

em

Texto é do deputado distrital Rodrigo Delmasso. MP alega que projeto é inconstitucional

O Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT) pediu o veto de um projeto de lei que proíbe o cruzamento de cães domésticos. Pelo texto, do deputado distrital Rodrigo Delmasso (PRB), apenas criadores credenciados poderiam trabalhar com a reprodução de animais.

O projeto de lei 2081/2018 foi aprovada no final do ano passado. Mas de acordo com o MP, a lei é inconstitucional. Para a promotoria, o texto visa a seleção de cães de raça (veja abaixo o que diz o MP).

Na prática, a lei aprovada pelo plenário da Câmara Legislativa proíbe o dono de colocar o cão para cruzar com cachorros de conhecidos. Além disso, a iniciativa prevê multa para quem desobedecer, a doação dos filhotes, caso haja cria e a castração dos cães que não forem destinados a criadores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Todo cão que não for destinado à um criador, devidamente regulamentado em entidade de cinofilia, deverá obrigatoriamente ser castrado no período máximo de 1 a 2 anos de vida.”

Segundo o deputado Delmasso, o projeto passou por todos os trâmites convencionais, como comissões e audiência pública e nenhum um ponto de dúvida foi levantado.

No último dia 14, os promotores se reuniram com o governador Ibaneis Rocha (MDB) e pediram o veto integral à lei. O governador atendeu ao pedido do MP.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O veto

Segundo a promotora de defesa do meio ambiente, Luciana Bertini, “a visão do Ministério Público é que não tenha justamente essa exploração das raças de cães, mas sim que se vise o bem estar do animal”.

Depois da repercussão do caso e dos pedidos de outras entidades, o distrital voltou atrás e também pediu ao governador que vetasse o texto.

Próximos passos

Em entrevista à TV Globo, Delmasso disse que pretende ouvir várias entidades e refazer o projeto “de forma mais ampla e corrigindo os aspectos críticos”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda não há uma previsão de quando o deputado deve entregar um novo texto à Câmara Legislativa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Continue lendo

Brasília PET

Mercado pet brasileiro é o terceiro que mais fatura no mundo

Brasília de Fato

Publicado

em

Segmentos de alimentação, serviços e saúde voltados exclusivamente aos bichos de estimação são os principais motores da economia do setor. Para 2019, estima-se faturamento acima de R$ 22 bilhões, um aumento de 6,9% em relação a 2018

O mercado voltado para animais doméstico tem mostrado seu potencial a cada ano em todo o mundo. No Brasil, não é diferente. A população nacional de bichos é expressiva, são aproximadamente 132,4 milhões de animais de estimação, entre cães (52,2 milhões), gatos (22,1 milhões), aves (37,9 milhões), entre outros, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Tamanha relevância, acalorou o mercado segmentado e posicionou o país como o terceiro com o maior faturamento no setor, atrás apenas dos Estados Unidos e Reino Unido.

Só em 2017, o segmento pet movimentou 20,3 bilhões de reais, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (AbinPet). O crescimento em relação ao ano anterior foi de 7,9%, quando a movimentação foi de 18,9 bilhões. Os setores com maior destaque são os de PetFood (68,6%) e de PetServ (15,8%) – serviços voltados especialmente aos bichos. A área de saúde para os animais também aparece em destaque nos indicativos, na pesquisa, o PetVet respondeu a 7,9% do faturamento nacional no setor.

Criatividade e inovação

Para manter diferenciais no segmento, que está competitivo, não param de surgir novas abordagens voltadas aos bichanos. De padarias especializadas até produtos personalizados apenas para os pets, a criatividade no setor o torna ainda mais atraente para o consumo, aumentando o potencial de mercado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A pulverização do setor motivou até mesmo desenvolvedores brasileiros. Unindo a tecnologia ao cenário animal, eles apostaram em um aplicativo para facilitar a rotina de médicos veterinários. Bruno Ducatti é empreendedor, desenvolvedor de novos negócios do segmento digital e co-fundador do “Vet Smart”. São dois aplicativos, um voltado a cães e gatos, e outro a bovinos e equinos. No país, atualmente, as ferramentas são consideradas a principal solução tecnológica de apoio a tomada de decisão clínica e emergência e médicos veterinários.

Assim como a tecnologia mobile, o mercado pet é um dos nichos mais promissores do Brasil. “O aplicativo é mais que um bulário veterinário. Nele tem informações técnicas e atualizadas de milhares de produtos que fazem parte da rotina do médico veterinário. Além disso, disponibiliza outras ferramentas na plataforma, como transmissão de palestras de professores renomados, biblioteca de doenças e raças, e as calculadoras – que são 12, entre elas: idade do animal, gestação, necessidade energética diária – que auxiliam o especialista no atendimento”, descreve Ducatti, co-fundador do app que, em um ano de existência, tornou-se o aplicativo de veterinária mais baixado e acessado da América Latina e um dos maiores do mundo.

Além de facilidades advindas com a tecnologia, com a boa prospecção do setor pet outras atividades surgiram nos últimos anos. Entre as atividades criativas que estão em ascensão no setor, pode-se citar serviços como pet sitter, táxi pet e atendimentos de hospedagem especializado para cães e gatos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Continue lendo

Brasília PET

Como proteger seu animal de estimação das doenças comuns de outono

Brasília de Fato

Publicado

em

O clima seco de outono pode ser um vilão aos nossos companheiros de quatro patas

Com início em 20 de março até 21 de junho, as características principais do outono são mudanças bruscas de temperaturas, queda da umidade relativa do ar e aumento da ocorrência de ventos. Nessa época do ano nossos pets correm um maior risco de desenvolver doenças respiratórias, alérgicas e nas articulações. De acordo com os médicos veterinários Anderson Gouveia e Lorena Bastos, da Clinica Salud Pet, é necessário um cuidado redobrado e ainda mais atenção às especifidades que as mudanças repentinas de temperatura demandam. Confira algumas atitudes que devem ser tomadas para garantir a saúde dos bichinhos:

Doenças Respiratórias

A maioria das doenças que acometem os bichinhos nessa época são de origem respiratória e são de fácil transmissão. Provocadas por vírus ou bactérias, os sintomas são iguais ao de um resfriado comum: tosse, febre, espirros, indisposição, etc. Mantenha-os em locais longe de frio e correntes de ar e procure um veterinário caso venha a aparecer quaisquer dos sintomas mencionados anteriormente.

Dicas de cuidados com seu pet no outono. Foto: Divulgação

Problemas Oftalmológicos

O clima seco diminui a quantidade de lágrimas nos olhos, deixando-os mais vulneráveis à poluição, vírus e bactérias. É necessária atenção, pois como coçam com as patinhas podem causar ferimentos e lesões. Mantenha a higiene da região dos olhos sempre em dia, eles devem ser limpos com soro fisiológico e, em alguns casos, lubrificados diariamente com colírios específicos indicados pelo veterinário oftalmologista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Problemas nas Articulações

Durante o outono as temperaturas diminuem e podem provocar sintomas de doenças e problemas nas articulações. As baixas temperaturas aumentam a sensibilidade das articulações, causando dor e desconforto principalmente em animais idosos. Alguns dos sintomas mais comuns são: dificuldade para se levantar e subir em escadas, sofás e camas, mancar e chorar ao se movimentar. É importante estar sempre atento ao seu pet. Caso perceba algo diferente, leve-o imediatamente ao veterinário. Tenha um cuidado especial com o local onde seu bichinho dorme, aposte em cobertores e uma caminha confortável.

Dicas de cuidados com seu pet no outono. Foto: Divulgação

Alergias de Outono

As alergias do seu pet podem aparecer em maior intensidade com a secura do ar, pois a falta de chuvas aumenta a quantidade de poeira e pólen no ar. Caso observe que seu bichinho tem espirrado mais que o de costume, ou tenha começado a bufar e roncar, além de sinais de coriza, ele pode estar com alergia. Os parasitas, como pulgas e carrapatos, também podem se tornar mais frequentes nessa época.

Cuidados simples no dia a dia, vacinação e visitas regulares ao veterinário previnem doenças e garantem o bem-estar e qualidade de vida de seu animalzinho de estimação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Continue lendo

Brasília PET

Projeto aumenta pena para maus-tratos de animais para até 4 anos de reclusão

Avatar

Publicado

em

maus-tratos

A medida abrange animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos

O Projeto de Lei 1095/19 altera a Lei dos Crimes Ambientais (9.605/98) para aumentar da punição aplicada a quem pratica maus-tratos, fere ou mutila animais. Pelo texto, a pena nesses casos passará a ser de 1 ano a 4 anos de reclusão (regime inicialmente fechado) e multa. Atualmente, é de 3 meses a 1 ano de detenção e multa. 

Autor da proposta, o deputado Fred Costa (Patri-MG) explica que a mudança é uma reação ao caso do cachorro morto em um supermercado em Osasco (SP). Ele lembrou que o animal foi espancado e envenenado por um segurança do local, no dia 28 de novembro passado, e acabou não resistindo aos ferimentos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele citou que o crime gerou uma grande comoção popular, manifestada por internautas, ativistas pelos direitos dos animais, celebridades e políticos. “Uma mobilização fez com que cerca de um milhão e meio de pessoas assinasse uma petição exigindo a punição do funcionário”, disse o deputado, ao justificar o projeto. “A única maneira para que tais crimes sejam evitados é o empenho da sociedade em exigir punições cada vez mais rigorosas.”

O texto também passa a prever penas para estabelecimentos comerciais que permitirem a prática do crime contra o animal. As sanções nesse caso podem ser: multa de 1 a 40 salários mínimos, interdição do estabelecimento, suspensão da licença ambiental ou perda de incentivos fiscais concedidos pela União.

Tramitação

O projeto será analisado por uma comissão especial e, em seguida, pelo Plenário.

Murilo Souza – AC – 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Continue lendo

Brasília PET

CasaPark realiza carnaval para pets com animação da banda Papel Machê

Brasília de Fato

Publicado

em

CasaPark realiza carnaval para pets com animação da banda Papel Machê

Fantasie seu pet e caia na folia

No próximo dia 9 de março, a partir das 10h, o CasaPark recebe o CarnaPET, um carnaval voltado para as famílias e seus animais de estimação. O evento acontece na área externa, em frente à loja Cobasi, e terá animação da banda Papel Machê.

Na ocasião, haverá desfiles, playpet (espaço com brinquedos para os pets), pintura de rosto, animadores infantis e até DJ. Serão disponibilizados também adereços, serpentinas e confetes, gratuitamente.

Em se tratando do desfile, a ideia é que os pets estejam devidamente caracterizados para o evento. O prêmio de melhor fantasia será um almoço, ou jantar, na Churrascaria Barbacoa Brasília.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Esse é o primeiro ano que o CasaPark abre para um evento de carnaval, sobretudo um evento exclusivo para pets, e estamos empolgados com a novidade. Para participar da festa, a regra é apenas levar o seu pet e, lá, teremos muita diversão para todos”, conta Iran Valença, superintendente do CasaPark.


SERVIÇO
CarnaPET CasaPark
Quando: 9 de março de 2019
Onde: CasaPark (em frente à loja Cobasi)
Horário: 10h às 16h
Animação: DJ Dopony, animadores infantis e banda Papel Machê

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Continue lendo

Brasília PET

IBRAM abre inscrições para castração de cães e gatos

Brasília de Fato

Publicado

em

IBRAM abre inscrições para castração de cães e gatos

Inscrições começam no próximo dia 26/02; saiba como se inscrever

O Instituto Brasília Ambiental (IBRAM) inicia, no próximo dia 26 de fevereiro, o cadastramento para esterilização de cães e gatos. Nesta edição serão atendidos um total de 2.500 animais, sendo que 2.000 vagas realizadas por meio do site do IBRAM e 500 vagas em cadastro presencial na sede do Instituto (SEPN 511, bloco C). Cada pessoa poderá cadastrar até 10 animais.

Segundo a Diretoria de Fauna do IBRAM, o registro pela internet terá inicio às 9 horas da manhã do dia 26, se estendendo até às 16 horas do dia 1º de março ou até o término das vagas, que poderá ocorrer antes dessa data limite. Um link será disponibilizado no site do órgão durante o período de cadastramento.

Quanto ao atendimento presencial será realizado das 8h às 12h e das 13h às 16h, também na mesma data, ou seja, entre os dias 26 de fevereiro até 1º de março ou até o preenchimento das vagas ofertadas. As senhas de atendimento serão distribuídas no protocolo do IBRAM. Para mais informações, clique aqui ou 3214-5739 e 3214-5678 (DIFAU).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja aqui os documentos obrigatórios para realizar a inscrição.

Continue lendo

Brasília PET

JK Shopping recebe feira de adoção pet

Brasília de Fato

Publicado

em

Para quem está procurando um companheirinho para toda a vida, esta é uma excelente oportunidade

Quem quer levar para casa um novo amigo de quatro patas, não pode perder a feira de adoção do JK Shopping em parceria com o Projeto Acalanto. Nos dias 23 e 24 de fevereiro, cerca de 80 cães e gatos, resgatados nas ruas, ou em situações de riscos, estarão por lá em busca de um novo lar. Todos os pets já levaram a primeira vacina e também já estão vermifugados e os animais adolescentes e adultos já irão para o novo lar castrados.

Além de assegurar um lar para animais de rua, o evento busca conscientizar a população sobre a importância da adoção responsável, e preocupação com o bem-estar animal, evitando possíveis abandonos.

Quem quiser abraçar a causa e adotar um novo amigo precisa ser maior de 18 anos e levar original e cópia da identidade, do CPF e de um comprovante de residência. Os interessados ainda passarão por uma entrevista com os organizadores. O evento acontece na praça central de 12h às 18h.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Serviço – Feira de Adoção
Data: 23 e 24 de fevereiro
Horário: 12h às 18h
Local: Praça Central
Entrada Franca

Continue lendo

Brasília PET

Dicas para curtir o carnaval com seu pet

Brasília de Fato

Publicado

em

Além de blocos para crianças e adultos de várias preferencias, os pets que já fazem parte da família, também tem lugar na folia

Uma das datas mais esperadas do ano está chegando: o carnaval! A capital federal está cheia de eventos para os pets. Então, se você vai levar seu bichinho para brincar, a veterinária Lorena Bastos da Clínica Salud Pet, separou algumas dicas para curtir com segurança e tranquilidade. A festa é boa, mas é preciso ter cuidados especiais para não expor seu melhor amigo à riscos.

Confira as dicas

Identificação

Nunca deixe seu bichinho solto! Mantenha seu pet com coleira e guia para evitar que ele se perca e não esqueça a identificação: (plaquinha com nome do animal, nome do tutor e telefone para contato).

Hidratação e exposição ao sol

Durante a folia é imprescindível manter seu melhor amigo hidratado. Cada tutor deve levar uma garrafa de água fresca para poder oferecer ao seu pet sempre que necessário. A maioria dos bloquinhos acontecem nas ruas, fique atento a temperatura do asfalto, uma dica é verificar com o dorso da mão. Se estiver desconfortável para você, também estará prejudicando as patas do seu animalzinho. Ao não respeitar isso, pode haver queimadura dos coxins, as almofadinhas que ficam embaixo das patinhas. Filhotes, idosos e raças de focinho curto devem ter atenção redobrada, pois desidratam mais rápido.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fantasias Confortáveis

Eles ficam uma gracinha fantasiados, mas para manter o seu bichinho confortável a dica é testar o figurino com antecedência. Evite usar roupinhas muito quentes e fechadas, prefira roupas mais leves e frescas. Não é aconselhado tingir o pelo do seu pet. Pode causar alergias, irritação e nos casos mais graves, intoxicação.

Tenha cuidado com a fantasia que for escolher

Tenha cuidado com a fantasia que for escolher

Barulho e Agitação

O som deve ser moderado. Os pets, principalmente cães e gatos tem uma audição sensível e aguçada. Evite que o animal fique muito perto das caixas de som. Barulhos altos podem assustar e estressar o seu bichinho.

Vacinação em dia

É indispensável que o seu bichinho esteja com a vacinação em dia, além dos cuidados contra pulgas e carrapatos. Seu pet vai ter contato com outros animais e a saúde de todos devem ser prioridade.

Dicas para curtir o carnaval com o seu Pet

Dicas para curtir o carnaval com o seu Pet

Objetos e alimentos no chão

Nesse período a intoxicação por alimentos inadequados, resíduos, e pedaços de fantasias é frequente. Onde existem muitas pessoas, sempre há muito lixo, tome cuidado com latinhas, garrafas e cacos de vidro pois seu pet pode ferir a patinha. Fique de olho!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mantenha-se atento aos sinais, quando os animais não estão gostando ou não estão se sentindo bem, eles dão indícios: lambem o focinho com frequência, ficam encolhidos e com olhos assustados. Se durante a festa o seu bichinho sofrer desidratação, ou algum tipo de contaminação, leve- o imediatamente a um médico veterinário.

Seguindo essas dicas e orientações, você e seu melhor amigo podem curtir a folia tranquilamente!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Continue lendo

Brasília PET

Que tal curtir o carnaval com o seu Pet?

Brasília de Fato

Publicado

em

Que tal curtir o carnaval com o seu Pet?

Primeiro Carnaval do mundo pet será nos dias 16 e 17 de fevereiro

Recentemente, o Shopping ID tornou-se Pet-friendly: 12 lojas do mall já aderiram à tendência. E, para comemorar essa conquista, nada melhor que um Carnaval do mundo Pet. Nos dias 16 e 17 de fevereiro, das 11h às 19h, o Shopping ID será palco da primeira folia de pets, o Carnapet. Com a organização de Andrea Lima e Lucile Alvares, o evento contará com feira de adoção, desfiles, concurso da melhor fantasia de carnaval, encontro de raças, expositores, artigos pets e bailinho de Carnaval. Para participar, basta chegar com seu cãozinho ou seu gatinho no 2º subsolo do mall: o Carnapet é gratuito.

Primeiro CarnaPet

Primeiro CarnaPet

Alguns dos expositores já confirmados são: Bomdog Adestramento e Hospedagem, Candy Petshop, JanPets Moda Pet, Lupoms e Lamel Guias Pet, Quintal dos Bichos, Hospital Veterinari, Volta à Natureza Farmácia de Manipulação, Vira Laços, Contemporânea Cabelo e Visagismo – Salão Pet Friendly, One Health Veterinary e Oh Dog.

Entenda o que são os estabelecimentos Pet Friendly

Pet friendly são os lugares que aceitam a entrada ou a permanência de animais de estimação acompanhados de seus tutores. Porém, os pets devem ter um comportamento tranquilo, para que não haja desconforto perante os outros clientes. Não latir em excesso e estar de coleira, por exemplo, são medidas necessárias para que o pet seja bem-vindo nos estabelecimentos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Primeiro CarnaPet

Primeiro CarnaPet


Serviço
Carnapet Shopping ID
Data: 16 e 17 de fevereiro
Local: 2º subsolo do Shopping ID
Horário: das 11h às 19h
Evento gratuito.

Continue lendo

Brasília PET

Pets ganham espaço para se divertir em shopping da capital

Brasília de Fato

Publicado

em

Pets ganham espaço para se divertir em shopping da capital. Foto: Cristiano Sérgio/ FOTOFORUM

Escorregador, piscina de bolinhas, túnel e rampa de escalada fazem parte das atividades gratuitas

Um parque de diversões para cachorros é uma das alternativas para quem não abre mão de levar o pet para passear em Brasília. Com escorregador, piscina de bolinhas, passarela, túnel e rampa para escalada, o espaço é gratuito.

Para entrar, é preciso mostrar a carteira de vacinação do pet com as vacinas óctupla e antirrábica em dia, além do comprovante de controle de pulgas e carrapatos (veja outras regras abaixo). Os donos devem acompanhar os animais de estimação enquanto eles estiverem no espaço que funciona próximo à entrada C do Park Shopping, no Guará.

Pets ganham espaço para se divertir em shopping da capital. Foto: Cristiano Sérgio/ FOTOFORUM

Pets ganham espaço para se divertir em shopping da capital. Foto: Cristiano Sérgio/ FOTOFORUM

Neste fim de semana, além das brincadeiras, estão previstas palestras e oficinas. Entre os assuntos, adestramento básico, orientação para a higiene bucal e corte de unhas dos pets, nutrição e confecção de acessórios customizados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pets ganham espaço para se divertir em shopping da capital. Foto: Cristiano Sérgio/ FOTOFORUM

Pets ganham espaço para se divertir em shopping da capital. Foto: Cristiano Sérgio/ FOTOFORUM

Grupos protetores de animais dizem que Brasília é uma das cidades onde, proporcionalmente, existe o maior número de animais de estimação por pessoa no país. São 3 milhões de habitantes, de acordo com o último censo do IBGE e 300 mil cachorros, de conforme estimativa do Centro de Controle de Zoonoses do Distrito Federal.

Pets ganham espaço para se divertir em shopping da capital. Foto: Cristiano Sérgio/ FOTOFORUM

Pets ganham espaço para se divertir em shopping da capital. Foto: Cristiano Sérgio/ FOTOFORUM


Serviço
ParkDog

Segunda a sábado: das 10h às 22h
Domingos e feriados: das 14h às 20h
Local: ParkShopping, entrada C, 1º piso
Entrada: gratuita
Informações pelo site

Regras

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

  • Apresentação de carteira de vacinação
  • Comprovante de controle de pulgas e carrapatos
  • Uso de coleira e guia
  • Tutor ou responsável maior de 18 anos
  • Permanência máxima no espaço: 30 minutos
  • Número máximo: 10 cães (acompanhados pelo responsável)

Proibido

  • Filhotes com menos de 6 meses
  • Fêmeas no cio
  • animais agressivos
  • Entrada com alimentos ou bebidas

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Continue lendo

Mais Lidas