Abrigo para cães e gatos do DF está com mais de 700 animais e precisa de ajuda

Abrigo para cães e gatos do DF está com mais de 700 animais e precisa de ajuda

O abrigo Fauna e Flora, localizado no Gama, cuida de cães e gatos que, depois de tratados, são disponibilizados para adoção

O abrigo cuida de mais de 700 animais abandonados e vítimas de maus-tratos, entre cães e gatos, precisa de ajuda. Localizado no Núcleo Rural Ponte Alta, no Gama, o Fauna e Flora está superlotado e precisa de ajuda.

Com tantos animais, entre as urgências estão: ração, medicamentos, jornais, materiais de limpeza e camas para os bichinhos. Grande parte dos animais chega ao abrigo em situação de risco de morte. Eles são acolhidos, tratados e, posteriormente, disponibilizados para adoção.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Hoje, o local conta apenas com a boa vontade e a colaboração de voluntários que ajudam a tratar os animais, além de organizar e divulgar campanhas em busca de adoções e doações.

Existem várias formas de ajudar o abrigo. Foto: Reprodução/Facebook
Existem várias formas de ajudar o abrigo. Foto: Reprodução/Facebook

O Flora e Fauna foi fundado em 26 de maio de 2005, por Orcileni Arruda de Carvalho e, além de abrigar animais abandonado, realiza todos os meses cerca de 60 castrações e ao longo dos anos já conseguiu lar para mais de 9.000 (nove mil) cães e gatos.

Atualmente, o abrigo está superlotado e não pode mais acolher nenhum bichinho abandonado.

Existem várias formas de ajudar o abrigo. Foto: Reprodução/Facebook
Existem várias formas de ajudar o abrigo. Foto: Reprodução/Facebook

Como ajudar

É possível colaborar com o abrigo de diversas formas. Você pode de disponibilizar para acolher e conceder lar temporário, procurar adotantes responsáveis, participar dos mutirões, doações, entre outras.

Veja como é fácil e possível ajudar:
  • Doe medicamentos – na validade: Doxiciclina, vermífugos, mata bicheira, repelentes e outros;
  • Doe jornal ou tapetes higiênicos (não importa a quantidade);

  • Doe toalhas e cobertores usados para aquecer nossos protegidinhos no inverno, principalmente os filhotinhos e vovozinhos;

  • Doe comedouros e bebedouros;

  • Doe casinhas para cães de porte médio/grande;

  • Material de limpeza: baldes; vassouras e rodos; esponjas e escovas; panos de chão; sacos de lixo; luvas de limpeza (tamanho M);  produtos de limpeza (não importa a marca ou quantidade): água sanitária, álcool, detergente, desinfetante, sabão em barra, sabão em pó.

  • Participe dos mutirões de banho e limpeza – sempre no último domingo do mês;

  • Divulgue o abrigo para veterinários e protetores que desejam fazer trabalho voluntário;

  • Ajude a organizar e a divulgar eventos: feiras de adoção, mutirões de banho e limpeza, bazares (recebemos doações de roupas, sapatos, bolsas, acessórios e utensílios para casa em bom estado);

  • Compre produtos da lojinha do abrigo: São camisetas, canecas, adesivos, roupinhas e vários outros produtos para pet e pet lovers;

  • Doação Financeira; e
  • Trabalho voluntário.
Que tal adotar esse belo amiginho? Foto: Reprodução/Facebook
Que tal adotar esse belo amiginho? Foto: Reprodução/Facebook

Que tal adotar um amigo para a vida inteira?

O abrigo promove feiras de adoção de cães e gatos todos os sábados, na 108 Sul (rua da igrejinha, ao lado do Pet Shop Di Petti), das 11h até às 16h.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 
Para adotar é simples porém você deve considerar:
  • Sua casa ou apartamento tem espaço suficiente para a espécie escolhida;
  • Nas suas férias e períodos de ausência haverá pessoas para cuidar dele;
  • Você está realmente disposto a cuidar dele por toda a vida. Cães e gatos chegam a viver de 10 a 20 anos;
  • Toda a família está de acordo em receber o novo integrante;
  • Você está disposto a arcar com as despesas de um animal. Além de amor, alimentação e abrigo, ele vai precisar eventualmente de cuidados veterinários e remédios;
  • Ele é um ser vivo e sensível, não um produto que pode ser trocado ou jogado fora ao apresentar “problemas” ou tornar-se “obsoleto”;
  • Se você mora em apartamento ou numa casa com um pátio pequeno, analise se você terá tempo e disponibilidade para passear com ele. Animais necessitam de exercício físico com regularidade;
  • Ele não ficará sozinho em casa por longos períodos. Cães deixados presos latem, choram, ficam estressados e, com isso, acabam “aprontando” para se distrair.
  • Não poderá comercializar, desfazer, perder, abandonar ou deixar fugir o referido animal.”
Que tal adotar esse belo amiginho? Foto: Reprodução/Facebook
Que tal adotar esse belo amiginho? Foto: Reprodução/Facebook
Além disso, é importante cumprir com alguns requisitos:
  • Ter mais de 21 anos de idade;
  • Possuir renda fixa;
  • Portar documento de identidade (COM FOTO) e comprovante de residência;
  • Caso more com pais ou responsáveis, deve trazê-los ao local da feira para que estejam cientes da adoção;
  • Será feita uma entrevista, e será entregue o Termo de Adoção Responsável p/ o preenchimento dos dados e assinatura do adotante;
  • Serão feitas visitas de acompanhamento da adoção, que podem ser sem aviso prévio;
  • Sem o cumprimento de qualquer um desses critérios, a adoção NÃO será permitida!

A próxima feira de adoção será no sábado (26/01), na 108 sul (rua da igrejinha, ao lado do Pet Shop Di Petti), das 11h até às 16h. Lá, além de poder adotar, você poderá levar suas doações, comprar produtos do abrigo, e tirar dúvidas e ver como você pode ajudar com essa bela iniciativa!


Serviço
Abrigo Fauna e Flora
Site: http://www.abrigofloraefauna.org.br

Instagram: https://instagram.com/abrigofloraefauna
Facebook: https://facebook.com/abrigofloraefauna
Twitter: https://twitter.com/abrifloraefauna

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

quatro × três =

Siga o BDF na rede

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend