10 cuidados que devem ser tomados com pets nos dias de calor

10 cuidados que devem ser tomados com pets nos dias de calor

Troca de água frequente e cuidado com horário para passeios ajudam cães e gatos a enfrentar os dias quentes de verão

O quadradinho está fervendo neste começo de 2019 e as pessoas estão tentando driblar as altas temperaturas de várias formas. Para isso, vale tudo: roupas curtas e leves, bebidas geladas e sorvetes. Com os pets não é diferente, mas eles nem sempre conseguem se livrar desse incômodo sozinho. Por isso, é importante que os tutores fiquem atentos.

Aos que pensam que a tosa pode ser uma solução, veterinários alertam que a pelagem ajuda a proteger os cães, especialmente os que têm pele clara. Por isso é preciso avaliar bem a questão da tosa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Raças originárias de ambientes frios, como o são bernardo, husky siberiano e chow chow são alguns dos que mais sofrem no calor tropical.

Nos felinos, o gato também sente mais o calor. E na hora de tentar ajudar os animais, é preciso lembrar que o corpo deles não é igual ao dos seres humanos. O cachorro não transpira como o ser humano. Ele perde calor, principalmente, pela respiração e salivando. Fique atento!

Nos felinos, o gato também sente mais o calor

Confira os cuidados com cães, gatos e pássaros no calor

1. Ambiente

Cães e gatos devem ficar em local fresco e com corrente de ar. Se ficarem em ambiente fechado e quente eles não fazem a troca de calor

2. Passeio

É preciso evitar os horários de sol forte porque como não transpiram, os cães e gatos não perdem calor. Os pets podem atingir uma temperatura corporal alta, provocando a morte do animal. Os sapatos para cães podem ser um aliado para proteger as patas.

Elas podem ter queimaduras provocadas pelo chão quente. O dono precisa colocar a mão no chão e sentir a temperatura do piso. “Não é todo animal que aceita os sapatos, mas é bom usar se o cão conseguir.” Eles podem ser encontrados em pet shop em tamanhos e materiais diversos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 
3. Água

Pode ser fresca, mas não gelada porque pode dar problema de garganta nos animais. Para refrescar a água vale colocar pedra de gelo para diminuir a temperatura. Mas água gelada é bom evitar.

Ela pode ser usada para misturar com a água da torneira, sempre com o objetivo de deixar fresca. Também é indicado a troca frequente da água. Como o cachorro puxa a água com a língua, ele satura o líquido com a saliva e deixa de tomar. O gato não gosta de água parada. Por isso, a troca deve ser constante.

4. Pelo

O pelo protege do sol a pele do cão. No caso de animais com pelagem espessa e pele clara, a tosa não é recomendada. Agora se o pelo é longo, mas a pele é escura não tem problema. Tem a troca de pelos nessa época do ano que ajuda a perder mais calor e resfriar o corpo.

5. Banhos de piscina e mangueira

A água ajuda a resfriar o corpo. Mas a piscina tem muitos produtos químicos e eles podem causar dermatite na pele do cachorro. Já o banho de mangueira pode ser dado, desde que tire o excesso de água do pelo.  Se fica úmido por muito tempo pode ter fungo ou micose.

6. Praia

Não se pode levar cachorros à praia, pois eles podem transmitir pelas fezes o verme do bicho geográfico. Além disso, a areia e a água do mar podem irritar a pele do cão. Também pode ter problema no ouvido com água e areia que entram e podem causar otite.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


7. Ar-condicionado e ventilador

O ar-condicionado tira a umidade do ar e pode causar problemas respiratórios. Ele pode dar um alívio desde que não seja muito forte. Já o ventilador precisa ter um vento indireto apenas para circular o ar.

Quando os donos estão fora de casa não devem deixar o ventilador ligado para o animal. Pode haver um acidente e até um curto-circuito.

8. Carrapato e Mosquito

Com o calor a incidência aumenta. Os tutores devem usar produtos de longa duração, como coleira, comprimidos e produtos de uso tópico. Os carrapatos e pulgas se reproduzem muito rápido e contaminam o ambiente da casa. Além disso, eles podem provocar doenças para os cães e gatos.

9. Sorvete

Não se deve dar sorvete para os cães. Gelo pode causar problemas na garganta. E ainda tem o açúcar e o leite que podem dar problemas intestinais nos animais.

10. Pássaros:
Os pássaros também precisam de atenção nos dias quentes.

As gaiolas devem ser colocadas em um ambiente fresco com bastante umidade. Eles sentem falta de umidade. Os passarinhos precisam de banho de sol, mas é preciso saber onde vai colocar a gaiola e em qual horário. O veterinário recomenda o uso de um umidificador de ar e banho com spray de água que ajuda a deixar o corpo das aves mais fresco.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

1 × 2 =

Siga o BDF na rede

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend