Siga o Jornal de Brasília

Brasília Mística

Mulher de fases, mulher cíclica

Avatar

Publicado

em

#NaTendaVermelha

Nós, mulheres, somos cíclicas e, a cada mês, passamos por uma vida inteira de emoções. Muitos trabalhos dentro da espiritualidade feminina tratam desse ciclo e das fases da mulher, mas você conhece o trabalho da autora inglesa Miranda Gray?

Atenção aos ciclos da mulher para uma vida melhor

A partir da observação de seu próprio ciclo, a partir do trabalho criativo como ilustradora, Miranda notou quatro fases mensais nessa roda gigante feminina. Esse conhecimento desenvolvido por ela ao longo dos anos deu origem ao livro Red Moon, com lançamento previsto aqui no Brasil, em português, para o mês de agosto, quando a autora visitará o país para ministrar workshops sobre o tema.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

O pulo da gata do sistema apresentado por Miranda é usar o ciclo em favor de cada mulher. Ela aproveita os pontos fortes de cada energia e compreende quando o ciclo nos deixa mais criativas, necessitadas de descanso ou isolamento, com vontade de encontrar pessoas e socializar. E assim por diante.

Para isso, ela divide as fases femininas mensais em:

Donzela – Começa assim que a menstruação acaba. É a fase pré-ovulatória e sua energia é crescente e dinâmica. O intelecto fica a mil e, a mulher, com vontade de colocar em prática todos os projetos que tem gestado nos últimos tempos.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Mãe – É a fase de ovulação. São dias em que nossos chackras estão abertos e ficamos mais perceptivas. Como durante a Lua Cheia, quando estamos receptivas e sensíveis e, algumas vezes, maternais. Aproveite essa fase para alimentar projetos em andamento e dar atenção a trabalhos importantes.

Feiticeira – Popular e equivocadamente chamada de TPM, tensão pré-menstrual, carrega vários estigmas. Pela falta de conexão com o próprio corpo, machismo e outros fatores, as mulheres acabam não se conectando devidamente com essa fase. Nesse período, as energias estão no subconsciente e nos poderes espirituais. É tempo de libertar a mulher selvagem a acolhendo e sabendo que estamos com o humor afiado e com energia sobrando. Usar essa energia a nosso favor, colocando em prática projetos que nos interessam, é muito útil no cotidiano.

Bruxa ou Anciã – Tem início na menstruação, com o começo do ciclo. É tempo de quietude e de hibernação. Quando nossa Lua chega e o sangue desce, a vontade é de se conectar com o mundo interior, ficar mais recolhida e introspectiva e gestar projetos e ideias. Queremos dar voz à nossa alma. Os nossos chackras estão totalmente abertos e ficamos receptivas às variações energéticas ao nosso redor.

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Quem não menstrua também passa por essas etapas. Para se regular, basta usar a correspondência lunar. Fase Anciã na Lua Nova, Donzela na Lua Crescente, Mãe na Lua Cheia e Feiticeira na Lua Minguante.

ArquétipoFase do CicloFase da LuaEstaçãoEnergiasPercepção
Donzela / Donzela LuminosaFase Pré-ovulatóriaLua CrescentePrimaveraEnergias DinâmicasMente Intelectual
Mãe / Mãe LuminosaFase OvulatóriaLua CheiaVerãoEnergias receptivasMente ‘Sensível”
Feiticeira / Donzela NegraFase Pré-menstrualLua MinguanteOutonoEnergias DinâmicasMente Subconsciente
Anciã / Mãe NegraFase MenstrualLua Negra ou OcultaInvernoEnergias ReceptivasMente ‘Alma’

Fonte: Womb Blessing

Saiba mais: Miranda Gray (site em inglês)

▼ CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ▼

Continue lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *