Raul de Taunay lança livro sobre saga de heroína amazônica

Raul de Taunay lança livro sobre saga de heroína amazônica

Ficção é a nona obra do escritor e embaixador do Brasil no Congo

O escritor e embaixador do Brasil na República do Congo, Raul de Taunay, lança no dia 26 de abril, a partir das 18h, seu novo livro, “A Lucidez da Lenda: Um Ensaio Sobre o Futuro”. A sessão de autógrafos, precedida de um bate-papo com o autor, será realizada na Biblioteca Nacional. Este é o nono título do escritor, publicado pela Editora Pandorga e realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC-DF).

Em seu novo romance, Raul criou um cenário futurista na segunda metade do século XXI: a pequena São Bento da Ribanceira, cidade amazonense fictícia. É neste tempo e espaço que vive a protagonista Antônia dos Anjos, uma jovem ribeirinha, cuja missão é impedir a destruição da Amazônia por parte da Federação das Corporações Unidas, a mega associação de multinacionais que, com seu poder econômico, midiático e bélico, domina a Ordem Mundial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A personagem central do romance tem ares de heroína, assim como uma das figuras emblemáticas da França. Ao falar sobre a criação de Antônia, o autor explica sobre sua inspiração. “A fagulha veio da luta de Joana d´Arc pela libertação da França, que sempre cativou meu espírito: uma jovem virgem lançada contra os lobos invasores, e que, com o apoio de Deus, venceu batalhas até o dia em que foi traída e queimada viva na fogueira”, detalha. De acordo com Raul, sua personagem possui os ideais de grandeza e união projetados para um futuro não muito distante.

Como fundo filosófico, Raul considera que seu novo romance possui uma preocupação com o futuro trágico que o planeta pode passar caso continue agindo com descaso em relação a temas ambientais. O escritor explica que o livro “traz em suas entrelinhas a filosofia do reencontro com a natureza, uma espécie de xamanismo, a descoberta dos fenômenos naturais que existem nas matas e que estrondeiam para nos alertar de que há vida fora dos shopping-centers”.

O escritor acredita que os elementos heróicos e épicos, que permeiam “A Lucidez da Lenda” cabem tanto no futuro quanto couberam no passado. Outro fator que lhe deu respaldo no processo de criação de seu novo livro foi sua experiência de 44 anos na carreira diplomática. “O diplomata em mim ajudou-me a conceber o enredo do livro, mas não foi crucial. Foi o escritor que construiu os personagens, que deu-lhes o poder de induzimento e persuasão que se alastra ao longo das páginas”, define.

Sobre o escritor

Raul de Taunay, que é bisneto do histórico escritor Visconde de Taunay, iniciou sua trajetória literária ainda nos anos de faculdade, quando produziu o caderno de versos “Visuais de Aquário”. Esse foi o ponto de partida para seu primeiro livro, “Poética do Novo Bardo”, lançado em 1972. Desde então foram oito livros lançados. Em 2005, ganhou, da Academia Brasileira de Letras, a Medalha João Ribeiro. A outorga é concedida desde 1962 como forma de homenagear pessoas ou instituições nacionais que se destacam no âmbito editorial e cultural brasileiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 
O escritor e embaixador do Brasil na República do Congo, Raul de Taunay

Na carreira diplomática desde 1974, destacam-se diversos postos no exterior onde exerceu funções políticas, comerciais, culturais e administrativas em Angola, Bolívia, Índia, Venezuela, Guiana Francesa, França, Emirados Árabes Unidos, Tchecoslováquia, Egito, Cabo Verde, Itália, Tunísia, Porto Rico, Moçambique, Zimbábue, Malaui, Camarões, Guiné Equatorial, Líbia, Coreia do Norte, Honduras, Gabão e Malásia.

O roteiro de países por onde construiu trajetória diplomática tem a ver com a personalidade do embaixador. “Sempre escolho os grandes desafios. Sempre fui assim. Quando comecei a carreira diplomática, preferi acompanhar a guerra num país africano a viver na calmaria de um posto no mediterrâneo, onde pouca ação ocorria”, explica Raul.


SERVIÇO
Lançamento do livro “A Lucidez da Lenda”, de Raul de Taunay
26 de abril, às 18h
Na Biblioteca Nacional de Brasília (Esplanada dos Ministérios)
Classificação livre

“A Lucidez da Lenda: Um Ensaio Sobre o Futuro”
Raul de Taunay
Editora Pandorga, 2018
404 páginas
R$ 39,90

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

BDF na Rede

         

Sobre o Colunista

Paulo Souza, 28 anos, produtor cultural, editor e escritor. Possui publicado o livro ‘Ponto para ler contos’ (Kindle, 2016) e participou da ‘Antologia Sombria’ (Empíreo, 2017) e vários contos disponíveis no blog Ponto Para Ler. É criador e editor chefe do Ponto Para Ler e seu respectivo canal no YouTube em parceria com a Animars Produções.
Nasceu e vive em Brasília, cidade que ama.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend