O mundo é grande

Texto de autoria de Elias Daher, colunista da coluna LiterArte de setembro de 2016 a junho de 2017

Carlos Drummond de Andrade

O mundo é grande e cabe

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


nesta janela sobre o mar

O mar é grande e cabe

na cama e no colchão de amar

O amor é grande e cabe

no breve espaço de beijar

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Comentários:

Da sua janela, o autor vê o mundo inteiro, através de sua imaginação.

Na segunda estrofe, o autor brinca com as palavras. Na verdade, o mar cabe na palavra “amar” e não no ato em si.

Por fim, de acordo com o poeta, o amor, mesmo não podendo ser definido, é sintetizado, representado pelo beijo.

Mesmo o mundo sendo muito grande, pode ser representado em uma única coisa, a depender da imaginação.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

treze + dezessete =

BDF na Rede

         

Sobre o Colunista

Paulo Souza, 28 anos, produtor cultural, editor e escritor. Possui publicado o livro ‘Ponto para ler contos’ (Kindle, 2016) e participou da ‘Antologia Sombria’ (Empíreo, 2017) e vários contos disponíveis no blog Ponto Para Ler. É criador e editor chefe do Ponto Para Ler e seu respectivo canal no YouTube em parceria com a Animars Produções.
Nasceu e vive em Brasília, cidade que ama.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend