Feira Liga-Pontos: 15ª edição reunirá 40 produtores independentes

Feira Liga-Pontos

A feira com produtores independentes Liga-Pontos destaca artistas e propostas de arte e design de Brasília e realizará sua 15ª edição no dia 7 de maio, domingo, no final de semana que antecede o Dia das Mães, das 15h às 21h, no Café Objeto Encontrado (102 Norte).

A Liga-Pontos conta com uma curadoria rigorosa que, além de admitir apenas quem faz seus próprios produtos, preza pela variedade e qualidade do trabalho de quem participa. “É um espaço para conhecer quem faz e poder ter a chance de saber mais sobre o contexto do produto que se está adquirindo, além de fortalecer o comércio local”, explicam as sócias da Pântano de Manga – Luísa Vieira, Marina Fontes e Nadine Diel –  organizadora da feira.

Na ocasião, os brasilienses poderão conhecer o trabalho de 40 criativos da cidade, que vão expor produtos variados, como camisetas com estampas exclusivas, porta-copos, cadernos artesanais, acessórios em prata, roupas infantis e ilustração. A Pântano de Manga vai expor a nova coleção Grades de Brasília.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Histórico – A feira Liga-Pontos foi criada pela Pântano de Manga para ser um espaço de exposição e venda de design autoral de Brasília. Depois da participação em algumas feiras, sem muito sucesso de vendas, as meninas da marca resolveram criar um evento voltado para o público interessado na produção autoral brasiliense.

A primeira edição da Liga-Pontos foi realizada em maio de 2013 e, ao longo desses quatro anos, não parou de crescer. Nesta 15ª edição, já tem lugar cativo no calendário de eventos brasilienses. O público circulante estimado é de mil pessoas, ao longo de seis horas de evento. 

Ano a ano, a procura dos produtores autorais também aumenta, e atualmente tem até fila de espera de criativos interessados em expor. As inscrições para expositores são abertas um mês antes da realização da feira e as vagas normalmente acabam em uma semana.

Um dos principais diferenciais da Liga-Pontos é a curadoria. A organização não abre espaço para revendedores e aceita apenas produtos autorais, além de delimitar, em geral, a três o número máximo de expositores por área de atuação. “Mas há casos específicos, como produtores de acessórios de estilos diferentes, étnicos, em prata etc”, esclarecem as organizadoras.

O objetivo de limitar os expositores por tipo de produto é garantir que o resultado da venda dos participantes seja satisfatória. O mesmo ocorre com os foodtrucks, limitados em no máximo três opções com diferentes estilos de alimentos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Durante as primeiras cinco edições, a Liga-Pontos era realizada aos sábados e ocupava o espaço de serviço e o pilotis do Café Objeto Encontrado. A partir da sexta edição, o evento passou a utilizar toda a área verde entre os Blocos B e C da comercial da 102 Norte e atingiu seu tamanho limite.

O cuidado da equipe da Pântano de Manga com o tamanho da Liga-Pontos, embora a procura dos produtores autorais seja alta, é em não desvirtuar o propósito de promover vendas dos produtos expostos. “Se a feira for maior do que está, o intuito comercial começa a ser deixado de lado e ela se transformará em um evento social”, destaca a organização.

O compromisso com as vendas dos expositores é também um dos motivos para que a música dos DJs parceiros – Snake Bazooka (Ico Oliveira) e The Loreans (Felipe Fontes e Eve Portilho) – tenha o propósito exclusivo de ambientação da Liga-Pontos e não como grande atração.

A realização da 15ª edição da Liga-Pontos envolve 17 pessoas. As sócias da Pântano de Manga – Luísa, Marina e Nadine – são responsáveis pela produção, que inclui a criação das artes gráficas, o levantamento da documentação necessária junto ao Governo do Distrito Federal, as inscrições, a curadoria, a definição do espaço de cada participante e a montagem da estrutura para a exposição.

A montagem da estrutura da Liga-Pontos tem início na véspera da sua realização, quando é feito o posicionamento das tendas. Na manhã do dia do evento, entram em cena os responsáveis pela iluminação e instalação do gerador elétrico, que distribuem os pontos de luz e energia. A equipe das mesas, araras e provadores também faz a sua parte. Na hora que os expositores chegam, a estrutura da feira está pronta. Há ainda um responsável pelo equipamento de som e a fotógrafa Amanda Góes, que realiza a cobertura fotográfica do evento.

O evento é realizado em datas que antecedem o Dia das Mães (segundo domingo de maio), dos Namorados (12 de junho), dos Pais (segundo domingo de agosto), das Crianças (12 de outubro) e no Natal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Quem faz a Pântano de Manga

Foto: Amanda Goes

Luísa Vieira é designer graduada em Desenho Industrial pela Universidade de Brasília (UnB). Mesmo sendo brasiliense, tem um pé do outro lado do mundo, lá na Holanda. Além de ter feito um intercâmbio nos Países Baixos anos atrás, ela voltou àquele país para cursar mestrado em design gráfico pela AKV st joost, na cidade de Breda. Desde que voltou à Capital, em 2014, passou a integrar a Pântano de Manga para desenvolver estampas e produtos.

Marina Fontes é o furacão que, ao invés de bagunçar, deixa tudo arrumadinho na Pântano de Manga. Graduada e mestre em Arquitetura pela UnB, com uma pesquisa sobre gênero, é produtora nata e não deixa a engrenagem parar. É a rainha dos check-lists e parece ligada em 220 volts. Enquanto você mal acordou e tomou café, ela já andou de bicicleta no Parque da Cidade, fez uma planta baixa e mandou vários e-mails.

Nadine Diel é graduada em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda pelo UniCeub e em Moda pelo IESB, além de ser especialista em Artes Visuais pelo Senac. Ela gosta mesmo é de trabalhar com cinema, figurino e produção e vive nas viradas de set de filmagem, seja fazendo figurino ou trabalhando com produção de arte. Sorte da Pântano de Manga, para quem ela empresta todo esse talento em direção artística.

Veja quem estará lá:

Pântano de Manga – organiza a Liga-Pontos e lançará a coleção Grades de Brasília. Tem decoração também.
+ Pântano de Manga: design e moda brasiliense
Brasília Consciente: empreendedores criativos celebram o aniversário da Capital
Economia Criativa: o talento humano é o principal recurso produtivo
Bé Faz a Ovelha – Marca brasiliense para pequenos aventureiros.
Bé faz a ovelha: roupas infantis lúdicas e exclusivas
CherryBomb Tendências – Moda, estilo, atitude e tendências.
Gaforina – Estampas exclusivas da designer Ana Barros.
Mundo da Tita – Marca brasiliense de roupas divertidas para crianças.
Nimm Kids – Moda infantil com tecidos naturais, especialmente algodão.
Lago Couture – Bolsas e calçados artesanais em couro.
Capim Estrela – Acessórios inspirados na natureza e feitos à mão.
Magia da Prata – Joias artesanais de Pirenópolis (GO).
Mina Nagô – Brincos feitos com tecidos africanos.
Purpurinárias – Tiaras temáticas feitas à mão.
Purpurinárias: carnaval o ano todo
Raja Style – Acessórios Alternativos.
Thelma Aviani Joalheria – Joalheria artesanal.
Thaís Fread – Design de Acessórios – A partir de novas texturas e materiais, a design assina um trabalho artesanal.
Joanavp – Joalheria contemporânea
Xis – Acessórios criativos – Acessórios feitos à mão.
Anaprosa Objetos de Arte – Joias em aço inox, esculturas em aço carbono e outros objetos de arte.
DarlanRosa – Esculturas virtuais.
Dedim de Moça Design – Produtos em marcenaria que misturam materiais inabituais as peças são feitas a mão.
Enfeltrados – Trecos feitos de feltro com carinho e amor pela designer Cibele Varão em Brasília.
+ Enfeltrados: amor, alegria e beleza em feltro
Luda Lima – Ilustrações
NABAO – Ateliê de Arte e Design – Arte em papel por Natasha Barreto.
Olly Toys – Produtos e serviços sustentáveis para promover a interação, a criatividade e a diversão de pessoas de todas as idades.
Petit Jardin – Vasinhos de suculentas.
Porta Adentro – Casa, decoração e ideias criativas.
RB Estúdio – Mimos e “não” mimos feitos artesanalmente para animar a casa
Reigarte Design – Peças de arte e decoração com papel e cardboard como matérias-primas.
Reciclar-te – Novo uso para peças automobilísticas.
Studio Decor Up – Objetos de design, artesanato moderno e acessórios para casa.
Tesourinha – Decoração de interiores
Verde Perto minijardim – Minijardins em vaso e vidro.
Quadriculado Design Criativo – Objetos de decoração e acessórios feitos artesanalmente a partir de madeira de reflorestamento.
Bico Cadernos Artesanais – Processo de encadernação artesanal da costura à embalagem.
Conspiração Libertina – Adesivos, imãs, tatuagens temporárias e posters sobre igualdade de gênero e empoderamento de minorias políticas
Conspiração Libertina: tatoos temporárias para empoderar mulheres, LGBTT e negros
Sonia Paiva: Parque de Produções – Obras da artista plástica Sonia Paiva.
Toda Moça Tem Craft & Design – Papelaria, design e decoração afetiva.
AnnAromas – Cosméticos naturais responsáveis, biodegradáveis com produção artesanal e 100% vegetal.
AnnaAromas: saboaria inspirada pelo berço das águas 
Cupcakeando – Cupcakes, culinária, gastronomia
La Carmela Pão de Mel – Pão de mel artesanal.
Corina Cervejas Artesanais – Foodtruck.
Belgrado Burger – Foodtruck.

Veja como foi a 14ª Edição

[gm album=64]

Serviço

15ª Liga-Pontos
7 de maio de 2017, domingo
Das 15h às 21h
Café Objeto Encontrado
CLN 102, Bloco B, Loja 56

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Mais Lidas

Send this to a friend