General aliado de Bolsonaro “arrepia” Ibaneis nas redes sociais

 

A eleição já passou, o emedebista Ibaneis Rocha foi aclamado pelas urnas e hoje ocupa a principal cadeira do Palácio do Buriti. Mas ao que tudo indica o governo de Ibaneis não vai planar em céu de brigadeiro.

Meses depois de aberta as urnas, uma oposição começa ganhar forma em Brasília e o General Paulo Chagas já disputa com Rollemberg a liderança do bloco.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O governador, que de bobo não tem nada, já armou o contra ataque e vai divulgar a herança maldita do governo Rollemberg. Prova disso é que foi publicado no DODF desta terça (08) um decreto que manda que todos os gestores façam um levantamento de dívidas de pessoal, com fornecedores de bens e serviços ou de outras pendências que não tenham sido contabilizadas.

Pior para Rodrigo, que vai continuar com a imagem desgastada, melhor para o general. Afinal, enquanto Rollemberg vai sair em defesa de sua gestão no Buriti e Alberto Fraga luta na Justiça para provar sua inocência, Paulo Chagas segue com caminho livre para se firmar como uma nova liderança no DF.

Com a palavra, o General:

Minha opinião precipitada sobre “O TODO PODEROSO” Governador do Distrito Federal

Caros amigos

Tenho dito e escrito que a ambição é uma virtude, desde que associada a outras que a estimulam e condicionam. É ela a responsável pela evolução do homem. Sem ela ainda estaríamos nas cavernas arrastando nossas mulheres pelos cabelos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

A balela, portanto, do “homem novo”, sem ambições e satisfeito com o que lhe basta para viver e sobreviver, pregada pela esquerda, é a desculpa que justifica a ideologia da inveja, da mentira, da incompetência, da vagabundagem e da enganação!

Ibaneis Rocha é um homem ambicioso e sua ascensão como advogado e, agora, como político, comprova isso e explica a sua sede pelo poder. Se esta avidez é para o bem de todos ou para o seu próprio, só o tempo dirá. Daí ser “precipitada” esta avaliação, porquanto almejar o poder não é condenável, mas, sim, a sua conquista a qualquer custo!

Ibaneis quer ser o mais populista dos populistas. Quer usar a visibilidade do cargo para assumir a liderança de todos os governadores eleitos e, ao final destes quatro próximos anos, avaliar suas possibilidades para ascender ao cargo máximo da República, desprezando outros ambiciosos poderosos, tão ou mais dissimulados quanto ele!

Se isto será bom para o povo do DF ou não, só o tempo dirá! O que fica claro, desde já, é que o Governo do Distrito Federal é apenas um trampolim para a sua ambição.

“Precipitadamente”, me permito concluir sobre o porquê de Ibaneis estar dando “uma no cravo e outra na ferradura”, tentando agradar a gregos, troianos, baianos, comunistas, capitalistas, democratas, conservadores e liberais, testando a perspicácia e a atenção dos eleitores de Bolsonaro que lhe deram aval nos dois turnos da eleição.

Se Ibaneis seguir Bolsonaro, como prometeu na campanha, particularmente no segundo turno, logicamente perderá para ele em 2022, assim, desprezando as condicionantes que limitam a ambição, ele tenta conquistar e agradar a todas os matizes ideológicos, ficando em condições de, no momento preciso, direcionar-se para o lado que melhor corresponder à sua avidez pelo poder!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Esta é a razão da sua aparente incoerência ao nomear Rafael Parente e Ilka Teodoro, um defensor da ideologia de gênero, contrário ao Escola Sem Partido e uma feminista do PSOL, para a Secretaria da Educação e para a Administração do Plano Piloto, respectivamente, ambos esquerdista declaradamente “anti bolsonaristas”!

É importante lembrar, mesmo que “precipitadamente”, que um populista, na busca pelo poder, só tem compromissos com resultados imediatos e que, nas tratativas deste contexto, até a sua alma é negociável!

Assim, devemos estar atentos para conhecer e interpretar corretamente todos os movimentos e decisões do Sr Governador, para que ele se veja obrigado a seguir, pelo menos, o rumo da coerência, de forma a dar legitimidade ao seu direito de querer ser “o todo poderoso”!

General Paulo Chagas

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

onze + 18 =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend