Brasília como ela é de verdade

Para Ibaneis confiança é a base de tudo

Muito preocupado em acolher os sem mandato, o governador de Brasília, Ibaneis Rocha vai utilizando a estratégia do governo Bolsonaro para justificar a mãozinha estendida a aliados. Chamou a atenção a justificativa do governador ao indicar o ex-deputado, Cristiano Araújo para diretoria do Metrô-DF.

“É uma pessoa que eu confio. Eu estive olhando o processo dele e vai na linha de outros que foram absolvidos. Não tem condenação ainda. No momento que tiver a gente reavalia. Mas eu conheço bem de processo, conversei com os advogados e me senti tranquilo”.

Há quem diga que a caneta do governador vai ter de mudar de cor após trâmites judiciais em andamento pôr fim a carreira de vários personagens da política local.

Revolta em casa

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Nesta terça (08), a cúpula local do PMDB/DF, representada por Filipelli e Gustavo Aires, prometeu entregar os cargos da coordenadoria das cidades ao governador Ibaneis, caso não consiga melhorar a estrutura.

Para Gustavo, coordenador da pasta, não há a mínima condição de trabalho se a estrutura não for, no mínimo, triplicada. Falta pessoal e recursos materiais para tudo.

Esperar para ver o que vai acontecer.

Euforia em Anápolis

Com a Saúde do DF em estado de emergência, o governo local está autorizado a adquirir medicamentos e insumos sem licitação, convocar concursados, contratar servidores e estender cargas horárias de trabalho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

O decreto deixou a cidade de Anápolis numa euforia só, empresas da área vão investir pesado para continuar atuando na rede pública do DF.

Aceita que dói menos

Acostumado a andar e frequentar lugares públicos com discrição e dono de uma rotina simples, o ex-juiz federal e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, mesmo já conhecendo bem a Capital da República, vem enfrentando dificuldades até mesmo para ir ao supermercado.

O presidente Jair Bolsonaro já acionou a Polícia Federal para intensificar a segurança do ministro por motivos de ameaças. O que não se previa é que cidadãos por vezes sem compostura estão usando os mesmos métodos que alguns utilizaram para constranger petistas.

Vídeo publicado nas redes sociais mostra que a ida de Moro ao supermercado se transforma num verdadeiro calvário. A gravação mostra o momento em que Moro é questionado sobre Fabrício Queiroz, enquanto faz compras. Para quem não sabe,  Queiroz é ex-motorista e ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PLS-RJ), durante mandato na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), e citado em um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), após uma movimentação atípica em conta bancária ao longo de 12 meses. 

Pelo visto, os novos figurões da República terão de rever a rotina até que o resultado das urnas fique completamente assimilado.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

quatro + 7 =

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend