Ibaneis Rocha: agradar a PM desagrada a PCDF e vice-versa

A segurança pública do Distrito Federal vai entrar na questão dos contra cheques da PMDF e PCDF na próxima semana.

Ao menos é o que afirmou o governador eleito, Ibaneis Rocha, que disse ainda que a coordenação da equiparação salarial das duas forças passará pelas mãos da próxima comandante-geral da PM, coronel Sheila Sampaio, e pelo futuro diretor-geral da PCDF, Robson Cândido.

“Essas estruturas vão ter de ser trabalhadas. Vai depender da comandante e do diretor para que tenham interlocução grande com as categorias porque não quero problemas nessa área. Se tiver que enfrentar, não tenho como fazer”, concluiu.

O governador eleito afirmou que vai se empenhar para acabar com a velha briga entre a PMDF e a PCDF.

 “Se continuarem insistindo, terão muitos problemas com o governo. Estou aqui para apoiá-los na recuperação da segurança do DF, mas vai ter que ter um comando único”, informou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Quem conhece de perto a rixa da Polícia Militar com a Polícia Civil sabe que Ibaneis vai ter de trabalhar muito para cumprir todas as promessas de campanha voltadas para a Segurança Pública do Distrito Federal, mesmo porque, como ele mesmo sabe, as estruturas da PMDF e PCDF são completamente diferentes e a tão sonhada equiparação salarial entre as forças pode não sair do papel, desagradando fardas e camisetas.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

18 − 17 =

PUBLICIDADE

Mais lidas

PUBLICIDADE

Send this to a friend