HomeBrasíliaPaula Belmonte reafirma ser candidata ao GDF em novo ato

Paula Belmonte reafirma ser candidata ao GDF em novo ato

“Apresentamos Paula Belmonte como candidata na chapa majoritária ao Governo do Distrito Federal”, afirmou Wanderson Martins, secretário executivo do Cidadania-DF
Foto: Reprodução/Instagram

Paula Belmonte reafirma ser candidata ao GDF em novo ato

Em um ato realizado pelo Cidadania- DF nesta quinta-feira (04), a deputada federal Paula Belmonte voltou a afirmar que é pré-candidata ao Palácio do Buriti pela sigla. Belmonte enfrenta uma disputa pela vaga já que, a federação PSDB-Cidadania, optou pelo nome do senador Izalci Lucas (PSDB), como candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF), na eleição de outubro.

Desde que perdeu a disputa para Izalci, no dia 26 de julho, por 13 votos a seis, a política sinaliza que não aceitará a decisão. Na resistência, no entanto, Belmonte não está sozinha. No ato, ela foi apresentada como candidata ao GDF e mantém a postura nas redes sociais, onde deixa a frase “Dep. federal e pré-candidata ao GDF”, em sua biografia.

“Apresentamos Paula Belmonte como candidata na chapa majoritária ao Governo do Distrito Federal”, afirmou Wanderson Martins, secretário executivo do Cidadania-DF, ao apresentar Paula.

Em seu discurso, ela chegou a afirmar que ‘tem gente’ que acredita que ela desistirá, por ser mulher. “Tem gente achando que só porque eu sou mulher, porque eu sou deputada, eu vou abaixar a cabeça. Eu não vou. Vou até à vitória”.

Disputa entre Belmonte e Izalci chegou ao STF

A afirmação de que Belmonte sofre violência política por ser mulher e a guerra travada entre ela e Izalci já se arrasta por semanas. A deputada moveu uma interpelação criminal no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o tucano no dia 28 de julho. Ela acredita que Izalci cometeu ‘violência política de gênero’ quando supostamente vazou um atestado médico, apresentado por ela, para justificar sua ausência em uma reunião marcada entre a federação no dia 27 de julho.

Belmonte afirma que apresentou o atestado para Izalci através de um ofício e, horas depois, o documento foi divulgado. A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, será a relatora do caso, um dos primeiros que chegam à Corte desde que a legislação passou a vigorar.

A assessoria de Belmonte afirma que ela foi surpreendida com a divulgação do documento. “A divulgação do atestado médico ofende o princípio resguardado pela Lei Geral de Proteção de Dados (Lei nº 13.709/2018), como também se configura violência política contra a mulher, conforme tipificado no art. 326-B do Código Eleitoral e objeto de vedação nos termos do art. 3º, da Lei nº 14.192/2021”, afirmaram.

Já a assessoria de Izalci informa que “não distribuiu qualquer informação sobre a saúde” da deputada.

TôComPaulaBelmonte

Para gerar uma onda de apoio ao ato, a hashtag #TôComPaulaBelmonte foi divulgada nas redes. O pré-candidato a Deputado Distrital, Macos Loureiro (Cidadania-DF), foi um dos políticos que apoiou Paula virtualmente. “Linda festa, com rumo a vitória”, afirmou.

Nas redes sociais, Belmonte publicou imagens e vídeos do evento. Em um deles, escreveu que o ato era ‘de pessoas que querem o melhor para Brasília’.

O presidente do PSC-DF e marido de Paula, Felipe Belmonte, também falou na ocasião. “É a luz que ela quer trazer, para dar atenção às pessoas, para que tenham saúde de qualidade e segurança”, disse.

O empresário e ex-governador do DF, Paulo Octávio, também marcou presença. “Ela não está sozinha, ela tem cada um de vocês”, afirmou, se dirigindo a plateia.

A presidente do PRTB-DF Beth Cupertino e o pré-candidato a deputado federal Chico Andrade também estiveram no ato.

Amanha (05), será vez de Izalci reforçar ser ele o candidato a governador pela federação. A convenção da federação está marcada para a tarde e o senador deve comparecer no evento.

Send this to a friend