HomeBrasíliaDF passa por período de baixa umidade

DF passa por período de baixa umidade

A capital federal passa pela estiagem e entrou oficialmente na estação do Inverno e nesse período, o clima é caracterizado pela baixa umidade
DF passa por período de baixa umidade

DF passa por período de baixa umidade

Desde a semana passada, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) mantém o alerta amarelo de perigo potencial no DF, que indica uma queda da umidade relativa do ar da região, ficando entre 30% e 80% nos próximos dias. A capital federal passa pela estiagem e entrou oficialmente na estação do Inverno na terça-feira (21). Nesse período, o clima é tipicamente caracterizado pela baixa umidade e madrugadas frias.

Nessa segunda-feira (27), a capital registra máxima de 25ºC e mínima de 10ºC. Na terça-feira (28) o frio avança, com máxima de 24ºC e mínima de 9ºC. A partir desta quarta-feira (29), a temperatura sobe um pouco pela tarde, com máxima de 26ºC, mas a noite continua mais fria, com mínima de 9ºC. Vale destacar que na quinta-feira (30), a umidade relativa do ar vai cair ainda mais, ficando entre 20% e 60%.

Nos próximos dias os brasilienses vão observar um céu claro com poucas nuvens. Os meteorologistas do instituto afirmam que apesar do frio, os dias quentes também podem aparecer. Além disso, a estação é de pouca nebulosidade, com elevação de temperatura durante o dia e rápida queda nos termômetros à noite. Os ventos podem ser fracos ou moderados com rajadas.

O alerta do instituto tem o principal objetivo de ressaltar os cuidados com a saúde da população, já que este clima pode desencadear a desidratação e outras complicações. A médica Ana Helena Germoglio, médica do Centro Especializado em Doenças Infecciosas explica como: “Junto às temperaturas baixas, a seca é uma das grandes responsáveis pelo aumento das doenças respiratórias causadas por vírus e alérgenos”.

Isso porque, com a baixa umidade e o tempo frio, o ambiente se torna mais favorável para a disseminação desses organismos, elevando assim, a chance de novas infecções. É preciso destacar ainda, o tempo seco causa alterações no corpo, como ressecamento da boca, nariz e olhos, garganta inflamada, tontura e dor de cabeça. Com isso, a falta de previsão de chuvas, indica um período mais crítico da estiagem.

De acordo com a Defesa Civil do DF, é definida como “situação de atenção” quando o índice fica entre 20% e 30% por cinco dias seguidos. É declarado “situação de alerta” quando a umidade fica entre 12% e 20% por três dias consecutivos, e “situação de emergência” quando o índice está abaixo de 12% por dois dias seguidos.

Send this to a friend