HomeBrasíliaGoverno determina desapropriação de terreno na 207 Sul

Governo determina desapropriação de terreno na 207 Sul

Medida, anunciada nesta sexta-feira (4), leva em conta a qualidade de vida na cidade. Proprietário será ressarcido por meio de carta de crédito O terreno em que seria construído um empreendimento comercial na 207 Sul será desapropriado. A determinação foi anunciada, nesta sexta-feira (4), pelo […]
Governo determina desapropriação de terreno na 207 Sul
Governo determina desapropriação de terreno na 207 Sul

Governo determina desapropriação de terreno na 207 Sul

Medida, anunciada nesta sexta-feira (4), leva em conta a qualidade de vida na cidade. Proprietário será ressarcido por meio de carta de crédito

O terreno em que seria construído um empreendimento comercial na 207 Sul será desapropriado. A determinação foi anunciada, nesta sexta-feira (4), pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

O dono do empreendimento será ressarcido por meio de carta de crédito, para fins de participação em concorrências públicas daAgência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap).

A decisão de desapropriar a área leva em consideração o pleito da comunidade das Quadras 207, 208, 407 e 408, na Asa Sul. As obras foram suspensas em 12 de junho deste ano, depois que o grupo se reuniu com o chefe do Executivo, no Palácio do Buriti.

Na ocasião, os moradores relataram os transtornos causados pela intervenção. “Estamos atendendo a um apelo da comunidade. Entendemos que [a área verde] já se incorporou à paisagem urbanística do Plano Piloto”, afirmou Rollemberg.

Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília.

A Administração Regional do Plano Piloto já havia suspenso o alvará de construção do empreendimento e encaminhado o processo para análise da Secretaria de Gestão do Território e Habitação.

A desapropriação garante a permanência de árvores de mais de 40 anos de existência no local, além do gramado, da ciclovia e da pista de caminhada que passaria dentro do terreno.

A medida respalda também o empresário, reforçou Rollemberg. “Ao mesmo tempo, estamos respeitando o direito do proprietário, concedendo-lhe uma carta de crédito. Ele vai poder participar das licitações da Terracap”, garantiu.

Desapropriar o terreno leva em consideração o bem comum, destaca o governador. “Tenho a convicção de que, com isso, estamos garantindo a qualidade de vida em Brasília”, disse.

Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília.

Send this to a friend