Buster no Brasil – Cinema Infantojuvenil

Buster no Brasil – Cinema Infantojuvenil

Famoso festival de cinema dinamarquês realiza segunda edição em Brasília, no Centro Cultural Banco Do Brasil Brasília, de 11 a 30 de julho de 2017.

Depois do grande sucesso no ano passado, um dos mais importantes eventos dedicados à cinematografia infantojuvenil no mundo está de volta ao CCBB Brasília. É o festival BUSTER, que oferece uma programação composta de filmes produzidos em vários países, especialmente os nórdicos, pré-estreias brasileiras, atividades de recreação, debates e oficinas. BUSTER NO BRASIL será realizado de 11 a 30 de julho, no Cinema do Centro Cultural Banco do Brasil Brasília, com patrocínio do Banco do Brasil e apoio do Instituto Cultural da Dinamarca. Detalhe: meia-entrada para todos.

BUSTER NO BRASIL traz para Brasília um recorte do Buster – Festival Internacional de Cinema de Copenhague para Crianças e Jovens, realizado desde o ano 2000 e hoje considerado uma vitrine da produção infantojuvenil na Europa. O festival reúne filmes divertidos, engraçados, educativos, dramáticos ou assustadores, oferecendo uma visão de outras culturas e levando os espectadores ao contato com lugares distantes e histórias surpreendentes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


BUSTER NO BRASIL – CINEMA INFANTOJUVENIL vai acontecer em três Centros Culturais Banco do Brasil – Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Em Brasília o festival promoverá o maior número de sessões, num total de 54! Além das exibições, o evento promete realizar oficinas gratuitas para crianças e educadores. As inscrições precisam ser feitas com antecedência através do e-mail oficinabuster@gmail.com.

  •  54 sessões do melhor do cinema infantojuvenil
  •  Programação inclui 36 filmes, entre curtas, longas-metragens e episódios de séries para a TV
  •  Filmes recomendados para crianças a partir de 3 anos de idade e para jovens de 16 anos em diante
  • Foco na produção dos países nórdicos e em pré-estreias brasileiras
  • Oficinas gratuitas de cinema para educadores e crianças
O FESTIVAL

A segunda edição do BUSTER NO BRASIL vai exibir 36 filmes, com ênfase na produção nórdica (Dinamarca, Suécia, Alemanha) e em títulos brasileiros – alguns fazendo pré-estreia no festival. Todos os filmes para o público infantil são dublados ou não têm diálogos. Já para o público jovem, a programação é legendada.

 Os filmes foram reunidos em sessões de diferentes durações e gêneros, respeitando o limite de atenção de cada faixa etária – para crianças a partir de três anos de idade, os programas não ultrapassam os 30 minutos, por exemplo. Além das exibições, as sessões com duração reduzida incluem atividades com recreadores.

Segundo informa o curador Nikolai Schulz, entre os títulos estão produções recentes e alguns clássicos que vão conquistar público de todas as idades. Schulz também revela que para a próxima edição do festival CPH PIX na Dinamarca, que inclui a programação do BUSTER (a ser realizada entre 28 de setembro e 11 de outubro), já se inscreveram mais de 65 mil filmes! “Em 2017, pretendemos projetar mais filmes inovadores, introduzir novos talentos e entreter todos os amantes do cinema”, conta.

 Alguns dos destaques da programação são os dois filmes assinados pela dupla de diretores dinamarqueses Michael Wikke e Steen Rasmussen, “Hannibal & Jerry”, um clássico que completa 20 anos em 2017, e “Skymaster”. Os dois realizadores trabalham juntos desde a década de 1980. Começaram a parceria na televisão, depois de fundarem sua própria produtora, e logo passaram para o cinema. A dupla também realizou dramas e sátiras adultas, premiadas nos Estados Unidos, França e outros países, mas seus trabalhos para o público infantil é que se tornaram clássicos. Wikke & Rasmussen sempre atuam em seus filmes, seja em pequenos papéis ou até com personagens de destaque – em “Hannibal & Jerry”, eles são os vilões da história. Deles, a primeira edição do BUSTER NO BRASIL exibiu “A Vovó Voadora”, lançado em 2001.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

BUSTER NO BRASIL também vai oferecer a chance de o público brasileiro assistir a 13 episódios da série sueca “Jazzoo” (recentemente exibida no Festival de Berlim), que combina o jazz do premiado quinteto sueco Oddjob com divertidas histórias de animais. Nas produções de “Jazzoo”, um hipopótamo pode passar voando em busca do lago mais próximo ou se pode flagrar uma multidão estridente de elefantes brincando numa festa.

Outro destaque também promete ser a animação sueca “O Reino do Rei Pena”, inédita nos cinemas brasileiros, escrita por um dos roteiristas da série “Borgen” (sobre a trajetória de Birgitte Nyborg, a carismática Primeira-Ministra da Dinamarca) e com direção do dinamarquês Esben Toft Jacobsen. O filme é vencedor de célebres festivais dedicados ao público infantojuvenil, como Ale Kino, da Polônia, e Kristiansand, da Noruega.

O realizador Esben Toft Jacobsen é um capítulo à parte no festival BUSTER NO BRASIL. O cineasta dinamarquês, de 40 anos de idade, começou a carreira como designer, mas mudou de rumo e se formou como diretor de animação pela Escola Nacional de Cinema da Dinamarca. Tem uma relação estreita com o Festival de Berlim, onde exibiu todos os seus trabalhos na mostra paralela Generation, dedicada a produções infantis e adolescentes. Seus dois longas-metragens, “O Grande Urso” (que também integra a programação do BUSTER em 2017) e “O Reino do Rei Pena”, foram exibidos em dezenas de países. O primeiro curta do diretor, “Kiwi & Strit”, de 2008, acabou dando origem a uma série homônima para a TV, que também poderá ser vista em Brasília.

A programação inclui ainda produções brasileiras, como “Peixonauta – O Filme”, lançamento de 2017, com aventuras do famoso peixe detetive, e “As Aventuras do Pequeno Colombo”, animação que ensina fatos históricos de forma lúdica. Há também a versão europeia de “Amazônia”, de Thierry Ragobert, sem diálogos, nunca exibida no Brasil.

OFICINAS

Serão oferecidas duas oficinas gratuitas, voltadas para educadores/professores e para crianças e adolescentes. As aulas serão em inglês, com tradução para o português, tendo como convidado especial o compositor e educador dinamarquês Mathias Madsen Munch. As oficinas acontecerão nas manhãs nos dias 12 e 13 de julho. Mais informações e inscrições antecipadas: oficinabuster@gmail.com.

CONVIDADO ESPECIAL – Formado em composição de trilhas sonoras e psicologia educacional, Mathias Madsen Munch tem desenvolvido projetos multimídia com e para crianças desde 2010, inclusive na programação do BUSTER em Copenhague. Até 2019 é o compositor-residente da DR Musikariet, uma das mais respeitadas instituições de cultura infantil do país. Em breve viajará pela Europa em turnê com o musical “O Labirinto Sem Fim” (“The Endless Labyrinth”), que une música erudita e fantasia, sucesso de público na Dinamarca.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O educador veio ao Brasil em 2016, quando participou da primeira edição local do BUSTER. “Ficou claro para mim como os dinamarqueses e brasileiros têm muito a aprender uns com os outros”, diz ele, “especialmente o modo com as crianças são encaradas criativamente”. Desta vez Munch tem como foco oficinas práticas, tanto para jovens quanto educadores.


SERVIÇO

Local: Cinema do Centro Cultural Banco do Brasil Brasília

Data: 11 a 30 de julho de 2017

Horários: ver programação

Ingressos: R$ 5,00 (meia-entrada para todos)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Informações: (61) 3108.7600

Consulte a programação no site: bb.com.br/cultura

BDF na Rede

         

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Dezembro, 2017

Filtrar eventos

16dez(dez 16)22:0017(dez 17)22:00Festa das Patroas Brasília com Maiara & Maraisa e Marilia Mendonça

X

Send this to a friend