Bolsonaro aumenta número de cargos comissionados na Abin

Além do aumento, Abin oferecerá treinamento a funcionários não-concursados, o que era proibido desde 2016

O presidente Jair Bolsonaro aumentou o número de cargos na Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Agora, a pasta tem 221 cargos comissionados. São 14 a mais do que os 207 anteriores.

Além do aumento, o decreto também criou uma nova unidade na Abin: o Centro de Inteligência Nacional, com 17 cargos. O novo setor tem mais cadeiras do que a Assessoria Jurídica, que tem quatro cargos em comissão, e que a Escola de Inteligência, que tem 12.

Treinamento

Bolsonaro também passou a permitir que a Escola de Inteligência ofereça treinamento para funcionários não-concursados. A ação estava proibida desde 2016, quando o então presidente Michel Temer disse, em decreto, que a capacitação só seria permitida a profissionais selecionados por meio de concurso público.

As mudanças foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) da última sexta-feira (31).

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

catorze + 2 =

Mais lidas

Send this to a friend