Bolsonaro diz que terá reunião sobre isolamento social

Em resposta a um apoiador na saída do Palácio da Alvorada, o presidente afirmou, sem entrar em detalhes: “Eu tenho às 9h uma reunião sobre esse assunto”

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira, 6, que participará de uma reunião sobre isolamento social pela manhã. Em resposta a um apoiador na saída do Palácio da Alvorada, o presidente afirmou, sem entrar em detalhes: “Eu tenho às 9h uma reunião sobre esse assunto”.

Na agenda pública de Bolsonaro ainda não há, contudo, previsão de compromisso no horário citado. A Secretaria Especial de Comunicação da Presidência também não divulgou informações sobre a reunião.

O fim do isolamento social para diminuir os impactos econômicos do novo coronavírus tem sido defendido pelo presidente. Para ele, é necessário isolar apenas os grupos de risco da doença, como idosos e pessoas com doenças crônicas.

Nesta segunda-feira, a primeira agenda oficial do Bolsonaro é uma reunião com o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Ao longo do dia também está previsto o recebimento de cartas credenciais de embaixadores do Egito, Croácia, Itália, Honduras, Polônia, Irá e Estados Unidos.

A entrega de credenciais é um procedimento padrão em que embaixadores recém-nomeados comparecem ao Palácio do Planalto para informar oficialmente que estão sendo indicados como representantes de suas nações no Brasil.

Da agenda do presidente para hoje consta ainda reunião com os ministros que despacham do Planalto: Walter Braga Netto, (Casa Civil), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral); Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional).

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

10 − 9 =

Mais lidas

Send this to a friend