Homem mata a família e se esconde em casa junto com os corpos por mais de 15 dias

Segundo as autoridades, Anthony Todt tinha US$ 100 mil em dívidas a credores, além de diversos processos. A mulher, os três filhos e até o cachorro foram assassinados

Um homem de 44 anos foi preso na cidade de Celebration, na Florida (EUA), após matar a mulher, os três filhos e o cachorro da família. Segundo as autoridades, Anthony Todt tinha US$ 100 mil em dívidas a credores, além de diversos processos.

As vítimas foram encontradas pela polícia dentro da residência onde vivam. A maneira e o local na casa onde foram encontrados os corpos, não foi revelado.

Segundo as autoridades, Anthony e a família foram dados como desaparecidos desde o dia 6 de janeiro, quando vizinhos reportaram a falta da família. O homem, no entanto, respondia mensagens de texto aos familiares durante o período.

Uma pessoa da família entrou em contato com a polícia local no dia 29 de dezembro do ano passado. O assassino trocou mensaguens com a mulher dizendo que a família estava gripada, mas dois dias depois perderam o contato.

 

Policiais foram até a residência, mas não encontraram nada de estranho, nem ninguém no local. Anthony é fisioterapeuta, e tinha uma clínica em Connecticut. O homem passava apenas os finais de semana na Florida.

Na última segunda-feira (13), as autoridades conseguiram um mandado de busca no local e encontraram o homem com a família morta dentro do local durante todo o período. O norte-americano foi preso e levado ao hospital após tomar vários medicamentos. Durante a abordagem, o homem insinuou que estaria tentando se matar.

Possível motivação

Os Todt haviam se mudado de Colchester, Connecticut, para a cidade na Flórida há dois anos. Anthony administra duas empresas de fisioterapia em Connecticut. O estado, no entanto, afirma que as credenciais de fisioterapia do assassino expiraram em 9 de setembro de 2019, e não foram renovadas.

De acordo com a página da empresa, Family Physical Therapy, Megan Todt, esposa de Anthony, era instrutora de fisioterapia nos negócios da família. Eles deviam aproximadamente US$ 100 mil a credores e investidores.

Outros documentos judiciais mostram que o casal recebeu um aviso de despejo em 22 de dezembro de 2019. eles deviam um total de US$ 6.300 em aluguel.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

15 + 6 =

Send this to a friend