Rajoy pede a Puigdemont que esclareça se declarou independência da Catalunha

O presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, pediu nesta quarta-feira que o líder catalão, Carles Puigdemont, esclareça oficialmente se declarou a independência da Catalunha, o que abre caminho para uma eventual intervenção federal na autonomia da região.

O governo “solicitou formalmente o governo da Generalitat para que confirme se declarou a independência”, disse Rajoy à imprensa, depois de presidir um conselho de ministros extraordinário.

O primeiro-ministro conservador explicou que a solicitação é “prévia a qualquer medida que o governo possa adotar nos termos do Artigo 155” da Constituição, que dá a possibilidade ao governo central de suspender a autonomia regional.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O artigo em questão, nunca aplicado até hoje, estabelece o requerimento como passo anterior à intervenção da autonomia.

Se Puigdemont não responder, o artigo 155 prevê que o governo central adote, com apoio de uma maioria absoluta no Senado, “as medidas necessárias” para obrigar a Catalunha “ao cumprimento forçado” da lei. Atualmente, o Partido Popular de Rajoy tem esta maioria na Câmara Alta.

“Na resposta que o presidente da Generalitat apresentar a este requerimento ficará marcado o futuro dos acontecimentos nos próximos dias”, completou Rajoy, antes de prometer atuar com “prudência e com responsabilidade”.

Em seu discurso na terça-feira no Parlamento catalão, Carles Puigdemont deixou em suspenso a declaração de independência da região para tentar abrir um diálogo com o governo espanhol.

Logo em seguida, Puigdemont, seu governo e os deputados secessionistas majoritários no Parlamento catalão assinaram uma declaração escrita de independência, que segundo o porta-voz do Executivo regional, Jordi Turull, foi um “ato simbólico”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

“A declaração de independência tem que ser feita pelo Parlamento da Catalunha, coisa que não aconteceu no debate de terça-feira”, disse Turull.

O governo de Rajoy insiste na ilegalidade do referendo de autodeterminação estimulado pelo governo independentista da Catalunha no dia 1 de outubro.

Puigdemont afirma que o “sim” venceu a consulta – que não teve supervisão eleitoral oficial – com 90% dos votos, em uma taxa de participação de 43%.

BDF na Rede

         

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Janeiro, 2018

Filtrar eventos

19jan(jan 19)22:0020(jan 20)05:00Festa das Academias com Fit Dance

20jan(jan 20)21:0021(jan 21)05:00Baile Classe A Com Dan Lellis Na Fazenda

20jan(jan 20)22:0021(jan 21)05:00Sorriso Maroto

26jan(jan 26)22:0027(jan 27)05:00Baile do Delano

26jan(jan 26)22:0027(jan 27)05:00Esqueci como Namora

27jan(jan 27)22:0028(jan 28)05:00Festa Nordestina Vip com ZEZO

X

Send this to a friend