Primeira paciente com Covid-19 no DF tem alta do hospital nesta terça-feira (16)

Há 105 dias internada em hospitais, Cláudia Maria Patrício de Souza Costa da Silva, moradora do Lago Sul, deixou o Hopsital Brasília, sob aplausos dos médicos, que comemoraram cura da paciente

Enfim, a primeira paciente internada por conta do novo coronavírus no Distrito Federal recebeu alta na noite desta terça-feira (16).

Há 105 dias internada em hospitais, Cláudia Maria Patrício de Souza Costa da Silva, moradora do Lago Sul, deixou o Hopsital Brasília, sob aplausos dos médicos, que comemoraram cura da paciente.

A advogada de 52 anos ficou internada por quase dois meses em unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Regional da Asa Norte (Hran) – referência no tratamento da doença na capital do país.

Em março, a mulher passou pelo período mais crítico da doença. Com síndrome aguda respiratória severa, Cláudia permaneceu em coma induzido e respirando por aparelhos.

No começo de abril, voltou a ter piora, dessa vez no quadro renal, e teve de passar por traqueostomia. Desde o dia 20/04, no entanto, o Hran havia suspendido os boletins sobre o estado de saúde da paciente, a pedido da família, que solicitou direito à privacidade sobre as informações.

A advogada contraiu a doença após viagem com o marido pelo Reino Unido. O casal começou a apresentar os sintomas do novo coronavírus no dia 26 de fevereiro, quando ela procurou a unidade pública de saúde. Os dois foram diagnosticados com a covid-19. O marido de Cláudia foi o primeiro a ficar curado.

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

19 + 14 =

Mais lidas

Send this to a friend