Esquerda do DF chega dividida às eleições

Rollemberg atrai PCdoB e PDT, mas é hostilizado por PT e PCO

A esquerda chegará dividida nas eleições brasilienses. Líderes e militantes do PT, PSOL não reconhecem o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) como o protagonista do campo progressista no DF.

E apesar do PDT e do PCdoB estarem coligados na chapa de reeleição do chefe do Executivo, as bases dos partidos não pretendem mover um dedo sequer na campanha, pelas ruas e redes sociais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O petista também alfineta a mudança de postura do governador no tabuleiro nacional. Hoje Rollemberg está com o presidenciável Ciro Gomes (PDT). “Mas até três meses atrás, ele estava namorando com Geraldo Alckmin (PSDB). Ele quer que todo mundo esqueça isso. Mas não vamos deixar”, afirma.

“O governo Rollemberg é liberal e de centro-direita. Agora, ele quer dizer que é progressista para polarizar com a direita. Mas a principal representação da esquerda em Brasília é o PT”, dispara Júlio Miragaya (PT), candidato ao Buriti.

Ressentimento ficou

O presidente regional do PSB, Tiago Coelho, classifica o governo como democrático, progressista e de centro-esquerda. O dirigente busca amenizar os atritos com as bases do PDT e do PCdoB. “Pediremos votos para Ciro. E a executiva nacional do PCdoB deu total liberdade para o diretório regional caminhar conosco”, contemporiza o presidente.

Sobre o flerte com Alckmin, Coelho justifica alegando que o movimento começou no PSB de São Paulo. “A postura regional não teve força, justamente pela coerência do campo da esquerda do PSB”, conta. Tiago considera que o PT ainda está ressentido pela ampla derrota de 2014. As cicatrizes estão abertas.

Miragaya planeja conversar com os três deputados distritais do PDT, descontentes com a aliança com o PSB. “Seria uma honra ter o apoio deles. Vou conversar com Reginaldo Veras, Cláudio Abrantes e Joe Valle”, garante. Candidato à reeleição, o deputado distrital Chico Vigilante (PT), não considera que Rede e PV, aliados de Rollemberg, como exemplos da esquerda.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Segundo o candidato do PCO do GDF, Renan Rosa, o governador é um personagem de direita, cuja postura inclusive contribui para o impeachmente da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Movimento que Renan taxa como “golpe”.

Francisco Dutra
Jornal de Brasília

BDF na Rede

         

PUBLICIDADE

Agosto, 2018

Filtrar eventos

30jun(jun 30)18:0009set(set 9)00:00Na Praia ° 2018

PUBLICIDADE
X

Send this to a friend