Bombeiro é preso pela PCDF por grilagem de terra

Militar já foi preso outras duas vezes durante investigações policiais

Um bombeiro militar do Distrito Federal foi preso na manhã desta sexta-feira (12), por envolvimento no parcelamento irregular da chácara 12, da Colônia Agrícola Águas Claras, no Guará. A prisão faz parte da Operação Déjà-vu, deflagrada pela Delegacia Especial de Proteção ao Meio Ambiente e à Ordem Urbanística (Dema).

A ação objetivou combater crimes de parcelamento irregular do solo para fins urbanos, dano ambiental, associação criminosa e lavagem de dinheiro. Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão e cinco mandados de prisão temporária.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


De acordo com a Polícia Civil, o bombeiro já foi preso temporariamente outras duas vezes em investigações da corporação. A primeira vez foi em 2001, durante a Operação Acton, da Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Deco).

A segunda prisão do militar foi 2016, na Operação Sentinela, da Dema. O objetivo das duas ações foi reprimir a ação de grileiros. Os mandados da operação desta sexta foram cumpridos em Águas Claras, Gama, Vicente Pires, Samambaia, Taguatinga e Guará.

BDF na Rede

         

PUBLICIDADE

Setembro, 2018

Filtrar eventos

21set(set 21)23:0022(set 22)04:00Henrique & Ruan e DJ Pic SchmitzShed Wetern Bar

26set20:0023:00Andrea Bocelli | Brasília - DF

27set08:0022:00Brasília Capital Fitness 2018

28set08:0022:00Brasília Capital Fitness 2018

29set08:0022:00Brasília Capital Fitness 2018

30set08:0022:00Brasília Capital Fitness 2018

PUBLICIDADE
X

Send this to a friend