Policlínica de Planaltina concentra atendimentos transferidos do hospital regional

Focado em especialidades ambulatoriais, o centro entrou em atividade em julho. Celcita dos Reis, de 46 anos, agora trata dos problemas cardíacos em um espaço maior e mais confortável

 Celcita dos Reis, de 46 anos, tem problemas no coração desde os 20 anos. Paciente do cardiologista Marcos Volpi, que atuava no Hospital Regional de Planaltina, ela passou a ser acompanhada pelo mesmo profissional na policlínica da região. “Como é aqui do lado, a distância não faz diferença, mas o espaço é muito melhor”, constata a cozinheira.
Paciente do cardiologista Marcos Volpi, Celcita dos Reis, de 46 anos, passou a ser acompanhada pelo mesmo profissional na policlínica de Planaltina
Paciente do cardiologista Marcos Volpi, Celcita dos Reis, de 46 anos, passou a ser acompanhada pelo mesmo profissional na Policlínica de Planaltina. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

A mudança do local de atendimento foi feita para oferecer à população da região um centro especializado, e não significou gastos financeiros para o Estado. A iniciativa daSecretaria de Saúde é uma das ações que visam facilitar o acesso aos serviços de saúde.

“Com a estrutura maior e focada em atendimento de ambulatório, desviamos esses pacientes do ambiente hospitalar, que pode ser pesado”, avalia Volpi.

PUBLICIDADE

O acompanhamento da gestação de Janaina Rodrigues, de 24 anos, também passou para a policlínica. “Aqui é mais tranquilo por ter menos risco de pegar doenças de outras pessoas”, diz. Segundo ela, esse temor fazia o ambiente ficar mais tenso no hospital.

Segundo a obstetra de gravidez de alto risco Sandra Menegucci, médica que acompanha Janaina, essa é a principal vantagem da mudança do serviço para a Policlínica. “O espaço é maior, a sala é mais adequada e a temperatura é melhor para o paciente na sala de espera. Tudo funciona para o conforto das pessoas.”

Em funcionamento parcial desde 3 de julho, essa é a primeira Policlínica de Planaltina. Ela foi instalada no antigo Centro de Saúde 1 da região, ao lado do hospital regional.

Com transição completa prevista para agosto, o centro conta com atendimento em oito especialidades até o momento. Além de pré-natal para gravidez de alto risco e cardiologia, a policlínica tem:

  • Endocrinologia para adultos
  • Endocrinopediatria
  • Geriatria
  • Ginecologia
  • Pediatria geral
  • Pneumopediatria

Farmácia da policlínica atende o dobro de pessoas

A instalação da policlínica também levou melhorias à farmácia que já existia no prédio. Além de ganhar um espaço maior, ela recebeu os remédios e as demandas do Centro de Saúde 3, de Planaltina.

A instalação da policlínica também levou melhorias à farmácia, que ganhou um espaço maior e dobrou a capacidade de atendimento
A instalação da policlínica também levou melhorias à farmácia, que ganhou um espaço maior e dobrou a capacidade de atendimento. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília
PUBLICIDADE

Segundo o técnico farmacêutico Júlio Garcia, a sala onde os remédios são guardados agora é 70% maior que a anterior, o que permitiu aumentar o número de pessoas atendidas. “Antes eram cerca de 300 pacientes por dia. Na quarta-feira (12), atingimos mais ou menos 600, e a cada dia aumenta mais.”

Com a alteração dos serviços, o atendimento de atenção primária que era feito no Centro de Saúde 1 foi transferido para a Unidade Básica de Saúde 3, no mesmo setor hospitalar, próximo ao hospital regional.

VINÍCIUS BRANDÃO, COM EDIÇÃO DE PAULA OLIVEIRA
AGÊNCIA BRASÍLIA
  • PUBLICIDADE

BDF na Rede

         

  • PUBLICIDADE

Agenda Cultural

Setembro, 2017

Filtrar eventos

29set19:00- 23:30Festival Made in Japan

30set12:00- 23:30Festival Made in Japan

  • PUBLICIDADE
X

Send this to a friend