Dourado desabafa e pede para deixar o Fluminense: “Hoje minha vontade é sair”

Dourado desabafa e pede para deixar o Fluminense: "Hoje minha vontade é sair"

Centroavante descarta entrar na Justiça contra o Tricolor, mas demonstra desconforto com situação do clube: “O que a gente passou ano passado é complicado, não quero passar por isso de novo”

As “ceifadas” de Henrique Dourado, que tanto alegraram a torcida tricolor no ano passado, podem não acontecer mais pelo Fluminense em 2018. Após dias de conversas entre dirigentes, empresários e jogador, o atacante, que desperta o interesse do Corinthians, quebrou o silêncio e admitiu que deseja sair do clube. Depois de deixar no ar a vontade durante o intervalo da partida contra o PSV pelo Torneio da Flórida, Dourado foi pressionado por jornalistas ao fim do jogo e fez o desabafo:

– Para ser bem sincero, hoje minha vontade é sair. Sabe por quê? Estou esperando algumas situações, já passei para quem deveria, devido a algumas situações que vocês vão saber. Não cabe a mim ficar apontando o dedo – afirmou, taxativo.

Durante a série de perguntas, o centroavante não escondeu o desconforto com a situação atual do clube.

– Espero que se resolva porque é chato ficar falando disso, complicado. O que a gente passou ano passado é complicado, não quero passar por isso de novo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Apesar da vontade passada ao presidente Pedro Abad, Dourado segue participando da pré-temporada tricolor nos Estados Unidos. O “Ceifador” descartou recorrer à Justiça, como fez Gustavo Scarpa, para se liberar do clube:

– Poderia tomar medidas que não são dos meus princípios, da minha índole. Optei por ser homem, estou dando a cara, não tem coisa melhor do que ter peito e hombridade para falar a verdade, o que você sente. Cada um faz aquilo que tem direito, que acha que irá ajudá-lo. Mas eu tenho pensamento diferente, espero que se resolva o mais rápido possível porque sei que tenho contrato, né? Todos estão esperando resposta por isso.

O martelo sobre o futuro de Henrique Dourado ainda não foi batido. Na quinta-feira, Meer Kaufmann, empresário do centroavante, se reuniu com o presidente Pedro Abad para falar da situação do clube e do interesse do Corinthians, que nesta sexta disse ter desistido do camisa 9.

O Flu tem pressa para resolver a situação, mas ao mesmo tempo mapeia o mercado e tem três substitutos na mira. Para tentar manter o Ceifador, o clube estuda adicionar ao contrato metas que poderiam aumentar o salário – o vínculo vai até 2020. Seria uma maneira de valorizar o artilheiro do Brasil em 2017, com 32 gols, e do Campeonato Brasileiro, ao lado de Jô (Corinthians), com 18.

BDF na Rede

         

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Janeiro, 2018

Filtrar eventos

19jan(jan 19)22:0020(jan 20)05:00Festa das Academias com Fit Dance

20jan(jan 20)21:0021(jan 21)05:00Baile Classe A Com Dan Lellis Na Fazenda

20jan(jan 20)22:0021(jan 21)05:00Sorriso Maroto

26jan(jan 26)22:0027(jan 27)05:00Baile do Delano

26jan(jan 26)22:0027(jan 27)05:00Esqueci como Namora

27jan(jan 27)22:0028(jan 28)05:00Festa Nordestina Vip com ZEZO

X

Send this to a friend