Tire uma selfie da sua vida financeira

Tire uma selfie da sua vida financeira

Como assim? Isso mesmo! Tire uma fotografia do seu orçamento e revele o que está por trás de suas finanças! Já falei por aqui que vivemos em uma sociedade de consumo e o dinheiro nos ajuda, sim, a alcançar alguns de nossos sonhos, mas também pode trazer preocupações e dores de cabeça sem fim se não dermos a devida atenção que ele merece.

“Mas como dar atenção ao meu dinheiro se eu nem mesmo sei quanto ganho e quanto gasto, Rafael?”

O básico, não é mesmo?! Mas vamos lá! Vejam estas dicas:
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A primeira de todas: decida mudar sua vida financeira! Você deve querer ter o controle do seu dinheiro! Em seguida, reconheça seu atual estado financeiro: – “Quanto eu devo?” “Quanto eu ganho?” “O que eu tenho de patrimônio?” “Será que eu tenho mesmo este apartamento ou ele está financiado e eu acho que ele já é meu?” “E este carro? É meu ou do banco? Ainda tenho quantas prestações para pagar?”.

Perguntas assim devem ser feitas a nós mesmos no momento em que buscamos o total controle de nossas finanças e que queremos fazer um diagnóstico da nossa vida financeira.  Reconhecer seu atual estado financeiro e fazer um balanço patrimonial é um comportamento a ser adquirido e um hábito que deve estar sempre presente na realização de uma boa gestão financeira pessoal.

Outra dica não menos importante: crie o seu orçamento pessoal. Verifique todas as suas receitas (salário, pensões, alugueis de imóveis, rendas extras do mês) e todas as suas despesas mensais (fixas e variáveis). E mais: ponha-as no papel, anote tudo o que você ganhou e tudo (eu disse tudo!) o que gastou. Crie uma planilha no computador, anote em uma caderneta, use aplicativos de celular.

Vá ao seu buscador na internet. Lá você vai encontrar planilhas e ferramentas próprias para te ajudar. E o melhor: tudo isso sem custo algum! Caso você sinta muita dificuldade no início, procure profissionais do assunto: educadores financeiros, coaches ou até mesmo familiares e amigos que possam lhe ajudar! Desculpas não vão faltar, eu sei disso! O importante é começar e persistir!

Agora vai ser possível enxergar o que cortar de gastos supérfluos, além das despesas que às vezes nem notamos que estamos fazendo. São dois reais aqui, dez reais ali, cinquenta acolá. E assim o dinheiro vai indo embora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Quando vamos ao médico, quase sempre ele nos solicita exames, certo? Aí então ele os analisa para descobrir qual é a doença e por onde começar o tratamento. Assim, o médico vai conseguir receitar remédios, fazer o prognóstico correto e dizer o que devemos fazer para nos curarmos! Do mesmo jeito é com o nosso dinheiro.

Se você não tirar esta selfie da sua vida financeira, ou seja, se não fizer um diagnóstico apurado dela, não será possível um controle real de suas receitas e despesas, podendo chegar ao ponto de não conseguir pagar suas contas primordiais, tornando-se assim mais um inadimplente dentro dos 61 milhões de brasileiros que encontram-se nesta situação hoje.

A partir de agora assuma esse compromisso com você mesmo! Desta forma, você vai fazer uma boa gestão financeira pessoal, conseguirá poupar e realizar os seus sonhos! E lembre-se: dinheiro não aceita desaforo!

Trace suas metas, entre em ação e alcance seus objetivos!

Me encontre no Instagram! @valorizeseusonho

Adicionar Comentário

Clique aqui para adicionar um comentário

3 − 2 =

BDF na Rede

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend