Como fazer um diagnóstico das dívidas?

Como fazer um diagnóstico das dívidas?

Veja como elaborar um plano de ação para facilitar você fazer um diagnóstico das dívidas

Então, mãos a obra. O primeiro passo é estabelecer todos os compromissos assumidos e parcelados que você possa ter. Sabe aquelas compras que você realizou em suaves prestações? Então, são elas que precisam estar visíveis neste diagnóstico, portanto faça uma “grande varredura”.

Cartões de crédito, bancos, financeiras, crédito consignado, prestações da moto, do carro, financiamento da casa, entre outros, devem estar contemplados neste plano de ação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Lembre-se que estamos falando de um diagnóstico extremamente minucioso, então são precisas mais algumas informações importantes, como: modalidade da dívida, valor contratado, prazo total, valor das parcelas, taxa de juros e garantia. Além disto, quantas parcelas já foram pagas e há alguma vencida?

Organizando todas essas informações, a lista ficaria mais ou menos assim:
DívidaEm atrasoValor totalJuros a.mValor da parcelaParcelas pagasParcelas restantes
CarroNãoR$ 25.000,002,09%R$ 830,001038
CasaNãoR$ 80.000,000,97%R$ 800,8050310
ConsignadoNãoR$ 5.000,001,3%R$ 175,001026
Cartão de crédito: geladeiraNãoR$ 1.200,00(Juros do cartão)R$ 120,0055
Cartão de crédito: roupasNãoR$ 500,00(Juros do cartão)R$ 50,0055

Obs.: Essa é apenas uma exemplificação.

Após esta varredura, é possível perceber quais são as despesas fixas mensais – aquelas que, faça chuva ou faça sol, precisam ser honradas – que neste caso é de aproximadamente R$ 1.975,80. Considerando outras despesas básicas, como água, energia e supermercado, a despesa fixa mensal pode saltar para R$ 2.500,00 facilmente.

Colocando dessa forma fica mais fácil entender porque não se pode assumir prestações sem antes entender a situação atual e real? Se não fizer este simples exercício, você não visualizará como andam suas despesas fixas e pode ser um forte candidato ao endividamento, podendo chegar ao ponto de não mais conseguir mais pagar suas dívidas.

Em relação ao novo empréstimo, o segredo é entender se o valor a ser pago mensalmente cabe ou não em seu orçamento. Se a resposta for negativa, você precisará esperar e rever seus hábitos e comportamentos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

O equilíbrio é importante em todos os campos de nossa vida e com a educação financeira não é diferente. Pense nisso!

Fonte: DSOP Educação Financeira

BDF na Rede

         

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Junho, 2018

Filtrar eventos

22jun(jun 22)22:0023(jun 23)05:00Gino e Geno

30jun(jun 30)18:0009set(set 9)00:00Na Praia ° 2018

PUBLICIDADE
X

Send this to a friend