VW Virtus: Tudo sobre o sedã do Polo, referência em segurança

VW Virtus: Tudo sobre o sedã do Polo, referência em segurança

Sedã chega com duas opções de motores (1.6 e 1.0 turbo) para brigar com Hyundai HB20S, Fiat Cronos e Honda City; confira todos os itens de série e versões

Depois de muita espera, o Volskwagen Virtus finalmente foi lançado. A versão sedã do Polo chega às lojas bem maior e mais refinado que o Voyage. Com dianteira e interior iguais ao do hatch, o modelo ganha mais espaço para os passageiros da segunda fileira e um porta-malas de bons 521 litros. As vendas começam em fevereiro com preços que começam em R$ 59.990 e chegam a R$ 79.990, sem considerar os opcionais.

Na prática, o Virtus não tem um desempenho constantemente apimentado. Testamos a versão topo de linha com motor 1.0 TSI, que tem bom fôlego para o dia a dia, mas surpreende quando o motorista pisa mais fundo no acelerador. O câmbio é bem casado com o motor e tem respostas rápidas e suaves. A direção é leve, o carro é silencioso e a suspensão é bem calibrada, apesar de ser um pouco dura demais e incomodar ao passar em buracos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Motores e câmbios

O Virtus tem duas opções de motor e duas opções de câmbio. A versão de entrada MSI é a única a vir equipada com o 1.6 de 117 cv com etanol e 110 cv com gasolina a 5.750 rpm. O torque máximo é de 16,5 kgfm com etanol e 15,8 kgfm com gasolina, ambos a 4.000 rpm. De acordo com a Volkswagen, o Virtus acelera de 0 a 100 km/h em 9,8 segundos e atinge 195 km/h de velocidade máxima. Para esse motor, o câmbio é sempre o manual de 5 velocidades.

Motor do Virtus 1.0 TSI

As configurações intermediária Comfortline e a topo Highline vêm equipadas com o 1.0 TSI de 128 cv com etanol e 116 com gasolina a 5.500 rpm. O torque máximo é de 20,4 kgfm com gasolina ou etanol, de 2.000 a 3.500 rpm. Equipado com esse motor, o Virtus acelera de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos e atinge velocidade máxima de 194 km/h (etanol), de acordo com a montadora. Neste caso, o câmbio é sempre o automático de 6 marchas.

Produzido em São Bernardo do Campo (SP), o Virtus não será ofertado (ao menos por enquanto) com motor 1.0 aspirado de 84 cv – o mesmo que já equipa o Polo.

Versões e preços

O novo sedã da Volkswagen tem três versões: MSI, Comfortline e Highline. Um dos pontos negativos do carro é a ausência de itens importantes na versão de entrada, como farol de neblina, ajuste de altura e profundidade do volante e ajuste elétrico dos retrovisores. Na versão topo de linha, equipamentos legais, como o painel de instrumentos 100% digital, são vendidos apenas como opcionais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Veja a lista com os principais itens de cada versão:

Polo 1.0 MSI (R$ 59.990): Ar-condicionado, direção elétrica, alarme, vidros elétricos, trava elétrica, banco do motorista com ajuste de altura, três apoios de cabeça no banco traseiro, dois airbags dianteiros e dois airbags laterais, chave canivete, computador de bordo, Isofix, sistema de som Media Plus com rádio AM/FM, bluetooth, MP3 player e entradas USB e auxiliar, SD-Card, rodas de aço de 15 polegadas, suporte para celular com entrada USB e tomada 12V.

Opcionais

Connect Pack: sistema de som sensível ao toque “Composition Touch”, computador de bordo com display multifuncional, volante multifuncional, controle eletrônico de estabilidade (ESC), controle eletrônico de tração (ASR), bloqueio eletrônico do diferencial (EDS), assistente de partida em rampa (HHC), rodas de liga-leve de 15 polegadas e sensores de estacionamento traseiros.

Safety Pack: computador de bordo com display multifuncional, controle eletrônico de estabilidade (ESC), controle eletrônico de tração (ASR), bloqueio eletrônico do diferencial (EDS), assistente de partida em rampa (HHC).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Polo 1.6 (R$ 73.490): Direção elétrica, ar-condicionado, trio elétrico com função tilt down no retrovisor direito, faróis de neblina, assistente de partida em rampa (HHC), sensores de estacionamento traseiros, computador de bordo, alarme, banco do motorista com ajuste de altura, três apoios de cabeça no banco traseiro, dois airbags dianteiros e dois airbags laterais, chave canivete, ajuste de altura e profundidade do volante, controle de tração e estabilidade, bloqueio eletrônico do diferencial, descanso do braço dianteiro com porta-objetos, saídas de ar traseiras, USB para carga para a segunda fileira, computador de bordo, Isofix, sistema de som Composition Touch com tela sensível ao toque, iluminação no porta-malas e porta-luvas, rodas de liga-leve de 15 polegadas, suporte para celular com entrada USB para carga, tomada 12V e volante multifuncional.

Opcionais

Tech I: chave presencial, controle de velocidade de cruzeiro, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, retrovisor fotocromático, farol com ajuste automático, rodas de liga-leve de 16 polegadas, sensores de chuva e crepuscular e volante multifuncional com aletas.

Tech II: chave presencial, controle de velocidade de cruzeiro, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, indicador de controle da pressão dos pneus, porta-malas com sistema de ajuste variável de espaço, ar-condicionado digital, câmera de ré, frenagem pós-colisão (para evitar outras batidas), detector de fadiga, retrovisor fotocromático, farol com ajuste automático de intensidade, porta-luvas refrigerado, rede no porta-malas, rodas de liga-leve de 16 polegadas, sensores de chuva e crepuscular e volante multifuncional com aletas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Polo 1.0 TSI (R$ 79.990): direção elétrica, ar-condicionado digital, trio elétrico com função tilt down no retrovisor direito, assistente de partida em rampa, alarme, chave presencial, sensores de estacionamento traseiros, computador de bordo, banco do motorista com ajuste de altura, controle de velocidade de cruzeiro, dois airbags dianteiros e dois airbags laterais, três apoios de cabeça no banco traseiro, ajuste de altura e profundidade do volante, controle eletrônico de estabilidade (ESC), controle de tração (ASR), bloqueio eletrônico do diferencial (EDS), descanso de braço dianteiro com porta-objetos, saídas de ar traseiras e porta USB para carga para a segunda fileira,  faróis de neblina, iluminação no porta-luvas e porta-malas, luz diurna de led, porta-luvas refrigerado, sistema de som Composition Touch, rodas de liga-leve de 16 polegadas, suporte para celular com entrada USB para carga, tomada 12V e volante multifuncional com aletas.

Opcionais

Couro Sintético NATIVE: Revestimento dos bancos de couro sintético e revestimento das portas laterais parcialmente de couro sintético.

Tech High: sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, indicador de controle da pressão dos pneus, porta-malas com sistema de ajuste variável de espaço, antena Diversity Tubarão, câmera de ré, detector de fadiga, retrovisor fotocromático, frenagem pós-colisão (para evitar outras batidas), farol com ajuste automático de intensidade, painel de instrumentos digital, rede no porta-malas, sensores de chuva e crepuscular e sistema multimpidia Discover Media com navegação e comando de voz.

Rodas de liga-leve aro 17: Rodas de liga-leve 17 polegadas.

Space Pack: banco do passageiro dianteiro rebatível.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Consumo

Os números oficiais de consumo do Inmetro ainda não foram divulgados. Mas Autoesporte teve acesso antecipado ao Virtus e fez o teste. Abastecido com etanol, o sedã registrou 8,4 km/l na cidade e 12,8 km/l na estrada. Vale dizer que o Volkswagen traz pneus verdes, de baixa resistência ao rolamento, que colaboram para a redução no consumo de combustível.

Dimensões

O Virtus tem 4.48 metros de comprimento (o terceiro volume deixou a novidade 42,5 cm maior que o Polo), 1.96 m de largura com espelho retrovisor, 1.46 m de altura, 2.65 m de entre-eixos e 521 l de porta-malas. Espaço interno é, inclusive, um dos pontos fortes do carro. O tamanho do porta-malas supera o Hyundai HB20S e até o Chevrolet Cruze. A medida faz dele uma referência na categoria (só perde para o Cobalt, com 563 litros).

Estrutura e segurança

Com a plataforma MQB, a Volkswagen conseguiu reduzir o peso total do veículo (são apenas 50kg a mais do que o hatch) ao mesmo tempo em que construiu o Virtus de maneira segura. A plataforma moderna garantiu que o sedã recebesse nota máxima no teste de colisão do Latin NCAP. São 5 estrelas para crianças e 5 estrelas para adultos, além do selo “Advanced Award” por contar com recursos que minimizam os danos a pedestres em caso de acidente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Manutenção e cesta de peças

As três primeiras revisões do Virtus custam R$ 1.276,05 para a versão com motor 1.6 e R$ 1.215,80 para as versões com motor 1.0 TSI.

1ª Revisão (10.000km /12 meses) R$ 263,35 (motor 1.6) R$ 243,00 (motor 1.0 TSI)
Itens Inspecionados + Substituídos / Mão de Obra Gratuita

2ª Revisão (20.000km /24 meses) R$ 539,35 (motor 1.6) R$ 519,40 (motor 1.0 TSI)
Itens Inspecionados + Substituídos + Mão de Obra base São Paulo/SP

3ª Revisão (30.000km /36 meses) R$ 473,35 (motor 1.6) R$ 453,40 (motor 1.0 TSI)
Itens Inspecionados + Substituídos + Mão de Obra base São Paulo/SP

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A cesta de peças, que inclui retrovisor dianteiro, farol dianteiro, para-choque dianteiro, lanterna traseira dianteira, filtro de ar (elemento), filtro de ar do motor, jogo de quatro amortecedores, pastilhas de freios dianteiras, filtro de óleo do motor e filtro de combustível, custa R$ 3.563,79 para a versão 1.6 e R$ 3.643,79 para a 1.0 TSI.

Ficha técnica (Versão Highline)

Motor
Dianteiro, transversal, 1.0 3 cilindros em linha, 12 válvulas, turbo, injeção direta, flex
Potência
128/115 cv a 5.500 rpm
Torque
20,4 kgfm de 2.000 a 3.500 rpm
Câmbio
Automático de 6 marchas e tração dianteira
Direção
Elétrica
Suspensão
Indep. McPherson (diant.) e eixo de torção (tras.)
Freios
Discos ventilados (diant.) e sólidos (tras.)
Pneus
205/50 R17
Dimensões
Compr.: 4,48 m
Largura: 1,95 m
Altura: 1,46 m
Entre-eixos: 2,65 m
Tanque
52 litros
Porta-malas
521 litros (fabricante)
Peso
1.192 kg
Garantia
3 anos

BDF na Rede

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Send this to a friend