Após 21 anos, Fiat Palio está próximo de sair de linha

Após 21 anos, Fiat Palio está próximo de sair de linha

Hatch compacto lançado em 1996 teve duas gerações e mais de três milhões de unidades produzidas no Brasil

A montadora ainda não oficializou a informação, mas o Palio está próximo de sair de linha após 21 anos de mercado. Em contato com concessionárias da marca pelo país, foi possível apurar que existem poucas unidades do modelo em estoque e várias revendas já dão como certo o fim do modelo. Alguns vendedores inclusive afirmam que não há mais previsão de chegada do Palio para 2018. A montadora, porém, afirma que o hatch segue em produção na fábrica de Betim (MG).

Na Argentina, o Palio já deixou de ser produzido na unidade de Córdoba para dar lugar ao Cronos, novo sedã compacto derivado do hatch Argo, lançado em maio deste ano para suceder o Punto. Na linha da marca italiana, o Cronos substituirá o finado Linea. Outro indício de que o Palio vai deixar de ser fabricado é a nova versão de entrada do Argo, com preço inicial de R$ 43.990, motor 1.0 Firefly de três cilindros e lista de série mais enxuta.

Segunda geração estreou em 2011. Foto: Divulgação
História rica
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Lançado no fim de 1996, o Palio foi um marco para a indústria automobilística nacional. O compacto era uma opção mais moderna ao Uno Mille, que na época já acumulava 12 anos de mercado — o popular nasceu em 1984. Enquanto o Mille preservava as linhas quadradas que o consagraram, o Palio trazia algo novo em termos de design, com formas redondas de forte personalidade. Assim surgia o arquirrival do VW Gol.

Primeira geração do hatch era global, mas fez sucesso por aqui. Foto: Divulgação

Vendido em carroceria de duas e quatro portas, com diferentes opções de acabamento, o Palio rapidamente se tornou um sucesso de vendas. O projeto era global, mas foi no Brasil e na Argentina que o modelo brilhou. Seus adversários eram o Volkswagen Gol de segunda geração (popularmente chamado de “Gol bolinha”), o Chevrolet Corsa, que ganhou a segunda geração europeia em 1994, e o Ford Fiesta, que estreou a quarta linha em 1995.

Primeira mudança foi feita pela Ital Design. Foto: Divulgação

Inicialmente, o Palio era vendido com três opções de motor: 1.0 8V, 1.5 8V e 1.6 16V Torque. Os primeiros derivados do hatch foram o sedã Siena e a perua Weekend, lançados em 1997. No ano seguinte (1998), nasceu a picape Strada, que segue em linha até hoje e é líder de vendas há mais de 15 anos. A família compacta ainda gerou outros dois modelos, a minivan Idea e a multivan Doblò, em carrocerias para cargas e passageiros.

Em 2001, o Palio receberia sua primeira reestilização, que para muitos foi o desenho mais harmonioso do hatch, com os faróis afilados e lentes translúcidas. O estilo foi assinado pelo estúdio Ital Design, do ícone Giorgetto Giugiaro. Dois anos depois, em 2003, o Palio ganharia a tecnologia flex. A Fiat voltou a atualizar o Palio em 2004, adotando o visual que talvez seja o que mais faz sucesso no modelo, com faróis e lanternas maiores.

Terceiro facelift do Palio foi o mais controverso. Foto: Divulgação

A reforma também incluiu um novo painel de instrumentos, que deu um ar mais moderno e refinado ao hatch. A variante esportiva estreou em 2006, com o Palio 1.8 R. Seu motor era fruto de uma parceria com a Chevrolet. Quando parecia que o Palio caminhava para ganhar uma nova geração, a Fiat promoveu a terceira reestilização do modelo, a mais controversa de todas. O visual foi muito criticado, o que fez a montadora voltar com a versão anterior, mantida em linha meados até 2016 como opção de entrada do compacto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

Em 2011, após 15 anos de mercado, o Palio finalmente chegava à segunda geração, com plataforma e visual totalmente novos. O fim da parceria com a General Motors fez o motor 1.8 8V ser substituído pelo 1.6 16V da família E.torq, ainda em linha. O modelo também adotou o câmbio automatizado Dualogic, e a Fiat lançou a versão de entrada Fire, responsável pelo grosso das vendas. O resultado veio em 2014, quando o Palio foi líder de vendas pela primeira e única vez em sua trajetória.

Passando o bastão
Novo Fiat Argo chega com a missão de segurar o bastão do Palio

Com a iminente saída de linha do Palio, a Fiat fará sua ofensiva comercial com o Argo, que veio substituir o Punto, mas também ocupará o lugar do Palio com as versões 1.0 Firefly. Dessa forma, a linha da montadora seguirá com Mobi e Uno na entrada, e o Argo mais acima, para a disputa entre os compactos premium. No rol dos sedãs, o veterano Grand Siena segue em linha como opção de base, e o Cronos, a ser lançado em fevereiro de 2018, terá papel semelhante ao do Argo, substituindo o Linea na gama.

BDF na Rede

         

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Dezembro, 2017

Filtrar eventos

16dez(dez 16)22:0017(dez 17)22:00Festa das Patroas Brasília com Maiara & Maraisa e Marilia Mendonça

X

Send this to a friend