Justiça do DF proíbe corte de cabelo de travestis presidiárias

Os cabelos são a moldura para qualquer rosto e as transvestis presas no Distrito Federal (DF) poderão mantê-los grandes.

A Vara de Execuções Penais do DF autorizou a direção do Centro de Detenção Provisória (CDP) a não cortar o cabelo das internas do sexo masculino que tenham cabelo longo, mas declarem identidade feminina, mesmo que elas não tenham realizado a cirurgia para mudança de sexo.

No entanto, os apliques deverão ser retirados, por questões de segurança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A decisão da juíza Leila Cury foi tomada após questionamento do CDP sobre se os cabelos dos travestis deveriam ser cortados, já que este é o procedimento padrão para os demais detentos do local.

A juíza argumentou que deve ser dado tratamento igual para os iguais e desigual para aos desiguais. Ainda afirmou que os cabelos da maioria das mulheres trans ou não são ingredientes fundamentais de suas identidades.

Dayana Vitor

BDF na Rede

         

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Dezembro, 2017

Filtrar eventos

16dez(dez 16)22:0017(dez 17)22:00Festa das Patroas Brasília com Maiara & Maraisa e Marilia Mendonça

X

Send this to a friend