Vicente Ateliê: resgate do afeto dos fazeres ancestrais

Vicente é um ateliê têxtil que busca o resgate afetivo e memorial do ato de tecer. A marca produz peças decorativas e bijuterias com técnicas de tecelagem manual. A criativa que puxa os fios do empreendimento é a antropóloga brasiliense Karla Araújo, 28. Ela uniu o interesse por tradições e culturas, a criatividade e memórias ancestrais para começar o empreendimento.

O ateliê está alinhavado ao Consumo Consciente, com a exclusividade autoral dos produtos artesanais e o afeto do fazer tradicional. “Incentivamos o consumo responsável, que não tem nada a ver com quantidade, mas sim com qualidade. Só produzo peças que sei que levarão alegria e boas energias para casa, escritório, ateliê ou onde decidir colocá-la”, diz Karla.

A natureza questionadora de antropóloga a instigou a criar algo com significado e preocupação social e humana. Depois de duas experiências em empresas do universo criativo – um ateliê de artista plástica e uma galeria de arte – começou a ter insights para criar um negócio dela.

Karla cresceu ouvindo as histórias da mãe sobre avós que viveram no interior do Maranhão. “Ela tinha a necessidade de falar sobre suas memórias e eu a de ouvi-las, porque sou muito apegada ao antigo, de objetos à histórias”, revela.

O avô materno, Vicente, foi um artesão muito habilidoso e era um dos personagens favoritos desses diálogos entre mãe e filha. “Dessas memórias partiu o interesse em estudar os fazeres tradicionais, aí busquei referências e cheguei até a tecelagem artesanal, que é um fazer ancestral”, explica.

Nas cidades do interior, observa Karla, esses fazeres tradicionais ainda são difundidos; enquanto nos centros urbanos, se perderam em decorrência da mecanização dos processos. “O que gerou uma falta de sentimento nas coisas, elas perderam a energia boa, já que não sabemos de onde vêm, quem as faz”, lamenta.

Nesse processo de descobertas, Karla comprou um tear, lãs e aprendeu a arte de tecer. “Percebi enquanto produzia que aquilo me enchia de paz, de tranquilidade e aí uma luzinha acendeu e eu descobri que era isso! Eu já estava muito exausta e estressada da vida que estava levando”, conta.

A Vicente Ateliê foi criada no segundo semestre de 2016 e presta homenagem ao avô que também encontrava no fazer artesanal, paz. Karla aprofundou a pesquisa e encontrou também o macramê, técnica na qual nós constroem a trama.

A produção da Vicente Ateliê é totalmente artesanal e com matéria-prima o mais natural possível. São produzidas peças de decoração em tecelagem artesanal, colares batizados de joias têxteis e painéis e hangers para plantas em macramê. O principal insumo é a corda de algodão 100%, que vem de São Paulo de uma empresa que só vende esse tipo de material, natural ou reciclado.

A maioria das madeiras utilizadas nas peças são da natureza, de troncos que Karla encontra pelo caminho ou de cooperativas do Distrito Federal que comercializam madeira de reuso. “Desde o nascimento da Vicente minha preocupação era encontrar fornecedores que estivessem alinhados aos ideais da marca, que trabalhassem com responsabilidade social, humana e ambiental”, comenta, satisfeita com as parcerias que firmou até aqui.

Em 2017, os planos da Vicente Ateliê envolvem oficinas para ensinar as técnicas de tecelagem manual e macramê e imersões com uso dessas técnicas como terapia para adultos e crianças. Além de uma pesquisa audiovisual no Entorno do DF e nas cidades interioranas do Goiás para resgatar informações sobre fazeres tradicionais do Centro Oeste.

Serviço

Vicente Ateliê
vicenteatelier@gmail.com
+55 (61) 8238 4955

Brasília de Fato nas Redes

Abril, 2017

Filtrar eventos

terça

25

sáb1

dom2

seg3

ter4

qua5

qui6

sex7

sáb8

dom9

seg10

ter11

qua12

qui13

sex14

sáb15

dom16

seg17

ter18

qua19

qui20

sex21

sáb22

dom23

seg24

ter25

qua26

qui27

sex28

sáb29

dom30

25abr09:00- 21:00Rubem Valentim - Construção e Fé

25abr - 2618:00abr 26- 01:00Nu Mercadito - Kakau Lossio e a sensualidade femininaExposição fotográfica


Ver Roteiro completo

X