Corrupção no DFTRANS: Depoimentos exclusivos revelam que a CORF guarda segredos da ORCRIM

Por Mino Pedrosa

O escândalo de corrupção no sistema de bilhetagem do DFTrans que expos a cúpula do Partido Socialista Brasileiro (PSB) no governo de Brasília, vem construindo uma teia onde a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) tece por meio de inquéritos chegando até na primeira dama de Brasília, Márcia Rollemberg.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


O depoimento bombástico de uma testemunha chave que chefiava o sistema de bilhetagem do DFTrans revela um outro inquérito que corre em segredo de justiça e começa a ser publicado com exclusividade pelo site Quidnovi.com.br. Karlon Rodrigues Costa, “aos 3 dias do mês de maio 2018 disse que começou a trabalhar no DFTrans a partir de abril de 2016 no posto de bilhetagem no Park Way. No primeiro dia de serviço percebeu um buraco no teto que o fez se deparar com vários malotes cheios de dinheiro. Assustado com a grande quantidade de dinheiro em espécie, entrou em contato com Gilberto, coordenador de bilhetagem e requisitou um servidor para ajuda-lo na contagem do dinheiro escondido no teto.

Karlon entregou o dinheiro com os valores auferidos no mesmo dia para a empresa Confederal fazer o transporte. O servidor Aláercio que o ajudou na contagem foi testemunha junto a Gilberto que não instaurou nenhum processo administrativo para apurar o ocorrido. Que o dinheiro auferido com as vendas no posto no período após 17:00 horas ficaram guardados no próprio posto e foram roubados durante a madrugada. Que no dia posterior ao roubo ao chegar no local de trabalho Karlon percebeu que a porta do posto havia sido arrombada com o uso de maçarico, e que ficou claro o roubo.

Procurou a Delegacia do Núcleo Bandeirante e registrou o roubo. Passado uma semana recebeu o comunicado de demissão do posto. Sendo remanejado para trabalhar na sede com o diretor de DTI, Luciano Helou e Lívia, gerente de tecnologia. Que sua função era bloquear os cartões que apresentavam irregularidades.

Harumy Tomonori Honda assumiu o comando do UCBA e colocou Karlon como apoio a Ângela que ficou como gerente de bilhetagem. O casal que mantinha um relacionamento amoroso oculto tinha total confiança em Karlon.  Ângela e Karlon perceberam o uso irregular de cartões estudantis e bloquearam. No segundo semestre de 2016 após Harumy assumiu também o SBA de forma extra oficial e foi montado um posto móvel na Cooperativa Cooperbrás para recadastramento das crianças dos arredores de Brazlândia.

Que a montagem do posto na Cooperativa Cooperbrás foi a mando da primeira dama, Márcia Rollemberg, mulher do governador Rodrigo Rollemberg, e do deputado distrital Juarezão. A fraude foi detectada também em outras regiões. Mas, a ação do recadastramento com o posto móvel foi realizada somente na Cooperbrás. A ação não foi solicitada por diretores das escolas como seria o normal. Que havia irregularidades em cartões de crianças em Brazlândia com até quatro acessos diários. Que os cartões eram entregues pelos servidores do DFTrans diretamente para os pais mediante assinatura de recibos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 
Operação Trickster da PCDF

Que no ano de 2017 começaram as glosagens a pagamentos irregulares para Cooperbrás. Que verificava as irregularidades e confeccionava um relatório (nota técnica) com o extrato dos cartões utilizados e encaminhava para Harumy analisar. Sendo que a empresa tinha até 72 horas para justificar. Que as glosagens foram interrompidas no segundo semestre de 2017 desde que não estivesse presente a integração.

A primeira dama Márcia Rollemberg mandava Harumy abastecer os cartões da Cooperbrás, empresa de Ronaldo Oliveira. Karlon entregou as planilhas que guardava a sete chaves onde está registrado as fraudes nos cartões que a primeira dama mandava abastecer na Cooperativa de Ronaldo. Os extratos segundo Karlon são provas de sua inocência junto as fraudes e disse cumprir ordens de Harumy que sempre apontava Márcia Rollemberg e Juarezão como sendo os mandantes. Ele ressalta que enviava para a primeira dama vários cartões em envelopes lacrados.

A Operação Trikster prendeu o casal Ronaldo Oliveira e sua esposa Soraya Gomes da Silva, donos da Cooperativa Cooperbrás que foi indicada pela primeira dama e pelo deputado distrital, Juarezão para o atendimento com o posto móvel de recadastramento. Onde segundo Karlon acontecia fraudes com valores vultuosos.

Soraya foi flagrada em conversas de watsapp com seu esposo Ronaldo em que o diretor Harumy Tomonori foi buscar um envelope amarelo na garagem da empresa. O envelope estava no armário e segundo o diálogo, Ronaldo autorizou a entrega. Harumy estava sendo investigado por suspeita de receber um mensalão (pagamento mensal de propina) das cooperativas credenciadas no DFTrans. Em seu depoimento Tomonori alega que o envelope entregue por Soraya continha cartuchos de Toner. Já no depoimento de Soraya ela afirma que o envelope continha cartões de vale transportes. Mas, para polícia está claro que o envelope continha mesmo era dinheiro por conta dos diálogos entre Soraya e Ronaldo flagrados no Watsapp. No entanto, Ronaldo se negou a prestar esclarecimentos. Na busca e apreensão na residência de Harumy um envelope foi encontrado com cerca de 15.000,00 reais e vários cartões que estão sendo periciados.

Já na residência de Léo Carlos Cruz, foi encontrado uma farta documentação, com grande quantidades de cartões, e provas cabais do envolvimento do ex-diretor do DFTrans, ligado ao PSB, com as fraudes milionária.

O inquérito nº 86/2018 – CORF (Coordenadoria de Repressão aos Crimes Contra o Consumidor a Ordem Tributária e a Fraudes) que estava sendo mantido em total sigilo contêm um conteúdo bombástico e pelo andar da carruagem corre o risco de derrubar a coroa do rei.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Depoimento de testemunha chave do DFTrans
Depoimento de testemunha chave do DFTrans
Depoimento de testemunha chave do DFTrans

 

BDF na Rede

         

PUBLICIDADE

Julho, 2018

Filtrar eventos

26jun(jun 26)14:0005ago(ago 5)01:00Abertura Brasília Ice Park

30jun(jun 30)18:0009set(set 9)00:00Na Praia ° 2018

20jul(jul 20)21:0021(jul 21)22:30SETEBELOS APRESENTA - COMEDYFLIX

21jul19:3022:00Stand up gratuito de Os Fantásticos ocupa o palco do Festival de Humor

21jul(jul 21)20:0022(jul 22)08:00Low Club - Edição Férias em Dubai

22jul08:0012:00COPA DO BRASIL DE FAIXA COLORIDA 2018

27jul(jul 27)22:0028(jul 28)04:00Mumuzinho em BrasíliaDallas Bar

28jul(jul 28)23:4529(jul 29)03:00Capital Inicial em Brasília/DF - Capital Moto Week 2018

PUBLICIDADE
X

Send this to a friend