Sexo é vida, ruim é o preconceito

Nos últimos dias o projeto de lei do deputado distrital Rodrigo Delmasso que trata da “Semana de Difusão da Cultura Heterossexual” no Distrito Federal ganhou os holofotes, mas ao que tudo indica, o armário foi aberto e tornou-se público que Delmasso revelou segredos guardados a sete chaves.

O texto prevê que a terceira semana de junho seja um “marco para sociedade celebrar valores da família dos heteros” e deve passar pela análise de membros da Comissão de Direitos Humanos da CLDF.

O presidente da CDH, Ricardo Vale (PT), declarou que a proposta “extremamente ruim” e um meio de “acirrar a intolerância e o preconceito contra as minorias”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

“Quem sofre agressão são pessoas da comunidade LGBT, mulheres e negros. Ele só criou esse projeto para combater as lutas de minorias que têm o sentido de garantir seus próprios direitos.”

Vale também rebateu a afirmação de Delmasso quando disse já ter sofrido preconceito devido à orientação sexual. “Vou até estudar o caso dele”.

“Ele é o primeiro que vejo falar que foi discriminado por ser hétero. Ninguém nunca veio aqui [na comissão] reclamar este tipo de agressão.

Há quem diga que Delmasso já mordeu a maçã e agora deu um tiro no próprio pé.

Sexo é vida, rim é o preconceito!

BDF na Rede

         

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Dezembro, 2017

Filtrar eventos

16dez(dez 16)22:0017(dez 17)22:00Festa das Patroas Brasília com Maiara & Maraisa e Marilia Mendonça

X

Send this to a friend